Forbes Radar: Magazine Luiza, Petz, Cogna Educação e outros destaques corporativos

Últimas notícias sobre: Petrobras, Coty, Cielo, Movida, Camil e Usiminas

Artur Nicoceli
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (27), a Camil e a Usiminas informaram os valores na distribuição de JCP (Juros sobre Capital Próprio), sendo R$0,0687 por ação e R$ 0,646624597 por ativo, respectivamente.

No universo das aquisições, a Magazine Luiza incorporou 1,4 milhão de ações da Kabum e adquiriu outros 564,8 mil papéis, enquanto a Minerva realizou uma compra de duas unidades frigoríficas especializadas em ovelhas na Austrália, por meio de uma joint venture.

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Petrobras (PETR4)

A Anapetro (Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras) encaminhou ontem (26) requerimento à petroleira pedindo que ela não participe da 17ª Rodada de Licitações de blocos exploratórios neste ano, “dada a fragilidade ambiental e jurídica” de áreas em oferta, disse o grupo em comunicado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A rodada está marcada para ocorrer em 7 de outubro, com a oferta de 92 blocos exploratórios marítimos nas bacias de Campos, Santos, Pelotas e Potiguar.

Até o momento, além da Petrobras, estão inscritas outras seis petroleiras: Chevron, Shell, TotalEnergies, Ecopetrol, Karoon e Murphy. Outras companhias ainda poderão ter inscrições aprovadas pela reguladora ANP (Agência Nacional do Petróleo).

A Petrobras também informou ontem (26) que, concluída a etapa de verificação e efetividade da proposta comercial, a companhia Excelerate Energy avançou para a etapa de habilitação do processo de arrendamento do Terminal de Regaseificação de GNL da Bahia (TR-BA).

Segundo nota divulgada pela petroleira estatal, o processo será encaminhado para homologação pelas autoridades competentes da Petrobras assim que toda a documentação necessária da Excelerate sobre termos legais e financeiros for recebida, para então ser celebrado o contrato de arrendamento.

Coty

A norte-americana Coty pediu autorização para uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de suas operações no Brasil para apoiar o crescimento da fabricante de cosméticos no país, segundo comunicado de ontem (26).

De acordo com o prospecto preliminar disponível no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Bank of America, Itaú BBA e Santander Brasil serão os coordenadores do IPO, que contempla ofertas primária e secundária.

A companhia afirma ser uma das quatro maiores indústrias de beleza e cuidados pessoais de varejo no Brasil em participação, operando nas 9 das 10 principais categorias de beleza e cuidados pessoais.

Nos seis primeiros meses de 2021, a receita cresceu 15,2% versus o mesmo período do ano anterior, para R$ 605 milhões, com margem Ebitda ajustada de 19,2%, ante 19,1% no primeiro semestre do ano passado.

Cielo (CIEL3)

A agência de classificação de risco Moody’s cortou nesta quinta-feira o rating da Cielo de Ba1 para Ba2, com perspectiva estável, citando a queda na participação de mercado e dos lucros da maior empresa de pagamentos do país.

“Embora o mercado brasileiro de cartões e pagamentos eletrônicos apresente fundamentos de crescimento de longo prazo favoráveis, a Moody’s acredita que a concorrência continuará a aumentar, não só de outros adquirentes que estão reduzindo os preços, mas de meios de pagamento alternativos, desenvolvimentos tecnológicos e regulatórios”, afirmou a Moody’s no relatório.

A agência citou entre outros fatores que o Ebitda da Cielo caiu de 8,2 bilhões de reais em 2016 para 2,7 bilhões em 2020, e previu que Ebitda da companhia será de, em média, 3 bilhões de reais anuais nos próximos dois anos.

Magazine Luiza (MGLU3)

A Magazine Luiza incorporou 1,4 milhão de ações da Kabum e adquiriu outros 564,8 mil papéis. Dessa forma, a Kabum se torna subsidiária integral da companhia. Os acionistas têm até 30 dias para exercer direito de retirada.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Movida (MOVI3)

A Movida se manifestou novamente contraria à compra da Unidas, em parecer técnico enviado à SG do Cade (Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica). A companhia justificou que ambas são rivais em mercado e a segunda empresa tem um preço menor no mercado nacional – entre 11% e 14% menor do que a Movida.

Além da Movida, a Ouro Verde, a Fleetzil, e a Ald Automotive também mostraram interesse na Unidas.

Camil (CAML3)

A Camil informou o pagamento de JCP (Juros sobre Capital Próprio) no valor de R$ 25 milhões, sendo o valor bruto de R$0,0687 por ação. O montante está sujeito à incidência de 15% de imposto de renda na fonte.

Terão direito ao JCP todos os acionistas detentores de ações de emissão da Camil em 1º de setembro. O pagamento ocorrerá em 13 de setembro.

Petz (PETZ3)

A Petz informou que Frances Yumi Fukuda Alvim renunciou ao cargo de conselheira da companhia; Ricardo Dias assumirá a cadeira com mandato até a próxima assembleia-geral da companhia – momento em que será deliberada a ratificação da nomeação.

Usiminas (USIM5)

A Usiminas destinou R$ 829 milhões para o pagamento de dividendos, sendo R$ 0,646624597 por ação ordinária e R$ 0,711287057 por ação preferencial. Já o montande de JCP é de R$ 381 milhões, sendo o valor bruto de R$ 0,349556436 a cada ação ordinária e de R$ 0,38451208 a cada ação preferencial.

Cogna Educação (COGN3)

A Cogna Educação informou sua 7ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, de R$ 900 milhões, com valor unitário de R$ 1 mil. A operação será em oferta restrita, e visa alongar o passivo financeiro da companhia.

Minerva (BEEF3)

A Minerva realizou uma compra de duas unidades frigoríficas – Sharke Lake e Great Eastern Abattoir – especializadas em ovelhas na Austrália, por meio de uma joint venture entre a empresa e o grupo de investidores da Arábia Saudita Salic, na qual a Minerva detém 65%. A companhia também investiu US$ 35 milhões na JV.

(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: