Forbes Radar: Vibra Energia, Gol, Rede D’Or, Ânima e outros destaques corporativos

Últimas notícias sobre: Klabin, Kora Saúde, Engie Brasil, PayPal, Americanas.

Artur Nicoceli
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (31), a Rede D’Or desistiu de realizar uma oferta pública para comprar as ações da Alliar, contudo, em simultâneo, o Fleury demonstrou interesse na companhia, “estamos realizando estudos preliminares.”

Ao mesmo tempo, a Alper fechou uma parceria comercial com o AgroGalaxy para distribuição, com exclusividade, de produtos de seguro.

Após o fechamento de mercado, a BrasilAgro (AGRO3) e a EspaçoLaser (ESPA3) divulgarão seus resultados financeiros do segundo trimestre.

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Klabin (KLBN11)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Klabin deu início ontem (30) às operações da primeira etapa do projeto Puma II, na unidade industrial em Ortigueira (PR), de acordo com fato relevante da fabricante de papel e celulose à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Essa primeira etapa, segundo a empresa, contemplou a construção de uma linha de fibras principal para a produção de celulose não branqueada integrada a uma máquina de papel kraftliner e kraftliner branco (white top liner) com capacidade de 450 mil toneladas anuais.

Tal produção, conforme a Klabin, será comercializada sob a marca Eukaliner, primeiro papel kraftliner do mundo produzido a partir de 100% de fibras de eucalipto.

Vibra Energia (BRDT3)

A Vibra Energia, antiga BR Distribuidora, anunciou ontem (30) que celebrou acordo com a Copersucar para a formação de uma joint venture que atuará como ECE (comercializadora de etanol), com estrutura de gestão independente. A nova joint venture deverá transacionar cerca de 9 bilhões de litros de etanol no primeiro ano, com faturamento de R$ 30 bilhões, afirmou o diretor comercial e de operações da Copersucar, Pedro Paranhos.

A maior parte do volume previsto, de acordo com o executivo, será negociada no mercado doméstico. A expectativa, no entanto, é que fluxos de importação e exportação sejam cada vez maiores futuramente.

Segundo fato relevante divulgado pela companhia, a Vibra irá adquirir da Copersucar ações representativas de 49,99% do capital social da ECE por R$ 4,99 milhões, enquanto a empresa do setor sucroalcooleiro manterá fatia de 50,01%.

Após as devidas aprovações da operação pelas autoridades competentes, as acionistas irão aportar na nova sociedade mais R$ 440 milhões para a entrada em operação da nova empresa.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Kora Saúde (KRSA3)

A Kora Saúde fechou acordo para a aquisição, por meio da controlada Ilha do Boi Participações, de até 100% do capital social do ING (Instituto de Neurologia de Goiânia), pelo valor de R$ 116,9 milhões, de acordo com fato relevante enviado à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

Do valor total do negócio, que envolve a aquisição indireta de participações no CGOT (Centro Goiano de Ortopedia e Traumatologia) e na Angiocardis, R$ 100 milhões serão pagos no fechamento da operação e R$ 22,9 milhões em até cinco anos, considerando caixa líquido de R$ 6 milhões.

Fundado em 1975, o ING conta com 105 leitos, 6 salas cirúrgicas, 2 salas de hemodinâmica e parque de imagem completo que inclui equipamentos de eletromiografia e eletroencefalograma, além de 3 ressonâncias magnéticas.

Engie Brasil (EGIE3)

A elétrica Engie Brasil Energia informou ontem (30) que recebeu autorização do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) para iniciar a operação comercial de linhas de transmissão do sistema Gralha Azul, localizado no Estado do Paraná.

Segundo a companhia, controlada pela francesa Engie, a autorização abrange as linhas 230kV (quilo Volts) de Ponta Grossa-São Mateus do Sul e Ponta Grossa-Ponta Grossa Sul. A entrada em operação das duas linhas foi antecipada em 18 meses frente ao calendário da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

A Engie espera que a finalização da implantação da totalidade do sistema de transmissão Gralha Azul ocorra ainda em 2021. O projeto prevê a construção de cerca de mil quilômetros de extensão em linhas, bem como a instalação de cinco novas subestações e a ampliação de outras cinco já existentes.

PayPal (PYPL34)

As ações do PayPal subiam ontem (30) após uma reportagem informar que avalia formas de permitir que seus clientes dos EUA negociem ações individuais em sua plataforma. Os papéis do PayPal dispararam e chegaram a 3%.

A empresa de pagamentos nomeou o veterano da indústria de corretagem Rich Hagen, já presidente de uma unidade do PayPal chamada Invest, informou a CNBC, citando duas fontes familiarizadas com o assunto.

O PayPal não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

Americanas (LAME4)

A Americanas está expandindo a entrega de encomendas em favelas, tentando marcar posição entre um público de milhões de consumidores subatendidos e se cacifar na disputa cada vez mais aguerrida do comércio eletrônico no Brasil.

Após um teste em abril, a varejista estendeu o projeto para outras quatro dessas comunidades neste mês, incluindo Rocinha e Vila Cruzeiro (RJ), além de Heliópolis e Cidade Júlia (SP). O modelo consiste na entrega das encomendas pela Americanas nas margens da favela, e um contêiner que serve como centro logístico. A partir daí, a ‘última milha’ é realizada por moradores sob direção da G10 Favelas, grupo de líderes para iniciativas de impacto social e econômico nessas comunidades.

O modelo foi expandido após a Americanas ter colhido desde abril um aumento de cerca de seis vezes do número diário de entregas em Paraisópolis, uma das maiores favelas em São Paulo, dado o maior êxito de entregadores da Favela Brasil Xpress em chegar a moradias em becos e vielas, muitas sem CEP ou numeração.

Segundo o presidente nacional do G10 Favelas, Gilson Rodrigues, a meta para 2021 é expandir o projeto para 50 favelas, chegando mais adiante às mais de 300 comunidades no país.

Com cerca de 6% da população do país, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ou cerca de R$ 13 milhões, as favelas têm um consumo estimado em cerca de R$ 168 bilhões por ano.

Lojas Renner (LREN3)

A Lojas Renner afirmou ontem (30) que não há até o momento evidência de vazamento de informações ou dados pessoais, em nenhum dos seus negócios, após ataque cibernético sofrido pela companhia no último dia 19.

A varejista disse que as operações dos centros de distribuição e backoffice foram restabelecidas na última semana. As operações de e-commerce nos sites e aplicativos tinham sido retomadas nos dias 21 e 22.

A empresa acrescentou que mantém o trabalho de apuração, documentação e investigação sobre o ocorrido.

Zoom (Z1OM34)

A Zoom sinalizou que a demanda por seu serviço de videoconferência está desacelerando, após um boom impulsionado pela pandemia de Covid-19 no ano passado.

A empresa estimou receita de US$ 1,015 bilhão a US$ 1,020 bilhão de dólares no trimestre atual, ante projeção média de analistas de US$ 1 bilhão, segundo dados da Refinitiv.

No trimestre encerrado em 31 de julho, a Zoom registrou receita de 1,02 bilhão, alta de 54%, superando expectativas de US$ 991 milhões, segundo dados da Refinitiv.

A pandemia transformou o aplicativo Zoom em um nome familiar em 2020, conforme muitos passaram a trabalhar e estudar de casa, mas as vacinas estão encorajando as escolas a reabrir e mais empresas a levarem funcionários de volta aos escritórios.

A concorrência de plataformas como Webex, da Cisco, e Teams, da Microsoft, também prejudicou os esforços da empresa para ganhar contratos maiores com as empresas.

A Zoom disse que espera um lucro ajustado de US$ 1,07 a US$ 1,08 por ação no trimestre atual, em comparação com as expectativas de US$ 1,09 dólar por ativo.

No segundo trimestre, o lucro ficou em US$ 1,04 por papel, conforme dados também divulgados nesta segunda-feira.

As margens da companhia foram afetadas devido ao aumento dos gastos em seus data centers e serviços de computação em nuvem de fornecedores como Amazon.com, em meio ao crescimento de usuários gratuitos na plataforma.

A empresa estimou uma receita anual na faixa de US$ 4,01 bilhões a US$ 4,02 bilhões para o ano fiscal de 2022, quase em linha com as expectativas.

Gol (GOLL4)

A Smiles antecipou a compra de passagens da Gol no valor de R$ 50 milhões, permitindo que a companhia de milhagens ter créditos para uma futura utilização na aquisição de passagens aéreas.

Petrobras (PETR4)

A Petrobras informou que sua subsidiária Petrobras Global Finance B.V. antecipou o resgate dos títulos 4,375% Global Notes e 4,25% Global Notes, ambos com vencimento em 2023. O valor do resgate foi de US$ 1,3 bilhão, excluindo juros capitalizados e não pagos.

A precificação do resgate será em 24 de setembro e a liquidação ocorrerá cinco dias depois.

Ao mesmo tempo, a companhia também informou que mantem o posicionamento sobre a vontade de vender sua participação integral na Braskem e permanece atenta sobre o processo de alienação da partipação detida pela Novonor, ex-Odebrecht.

Oi (OIBR3)

A Oi informou que, após a negociação em assembleia-geral de credores do aditamento ao plano de recuperação judicial, Camille Loyo Faria deixou o cargo de diretora de finanças e de RI, e Bernardo Kos Winik também saiu do cargo de diretor de clientes e diretor estatutário.

Segundo a companhia, esse movimento faz parte da simplificação da Oi, “alinhada a conclusão da alienação do negócio com o plano trianual com foco nas ofertas de fibra e transformação digital para clientes, que passará a ser reportado dirariamente pelos diretores Roberto Guenzburger e Adriana Coutinho Viali.”

BR Properties (BRPR3)

A BR Properties vendeu 55% do imóvel Complexo JK – Bloco B para a JFL Must Empreendimentos, por R$ 555,9 milhões, sendo R$ 33 milhões por m².

Rede D’Or (RDOR3) e Alliar (AALR3)

A Rede D’Or informou que optou por não seguir com a OPA (oferta pública voluntária) que tinha o objetivo de adquirir todas as ações da Alliar.

Sul América (SULA11)

A Sul América apresentou à HB Saúde uma proposta para aquisição de 100% da companhia, por R$ 485 milhões. A Transação está condicionada à aprovação dos acionistas da HB Saúde.

O Grupo HB Saúde é composto pelas seguintes Afiliadas: H.B. Saúde, H.B. Saúde Prestação de Serviços Médicos, Centro Integrado de Atendimento e HB Saúde Centro de Diagnóstico.

O Grupo HB Saúde possui uma carteira de cerca de 129 mil beneficiários de planos de saúde e 25 mil beneficiários de planos odontológicos, e é constituído por uma operadora de saúde, um hospital, oito unidades ambulatoriais, uma clínica infantil, centros clínicos e de diagnóstico, espaços de medicina preventiva, ocupacional e centro oncológico, localizados principalmente nas cidades de São José do Rio Preto e Mirassol, no estado de São Paulo. Em 2020, o Grupo HB Saúde registrou receitas que totalizaram aproximadamente R$ 300 milhões.

Eternit (ETER3)

A Eternit realizou a primeira venda das telhas fotovoltaicas de concreto BIG-F10, destinada a um projeto selecionado, representando uma capacidade de geração de energia fotovoltaica de cerca de 7kWp. O valor da operação e o cliente não foram informados.

Iguá Saneamento (IGSN3)

A Iguá Saneamento passou a integrar a Green Bond Transparency Plataform – sendo a primeira empresa de saneamento a divulgar seus dados na plataforma. Lançada em abril pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), a ferramenta online permite a investidores e à sociedade acompanhar os principais dados e indicadores de desempenho de projetos financiados por títulos verdes na América Latina e no Caribe.

No caso da Iguá, o escopo atual são as operações de Cuiabá (MT) e Paranaguá (PR), que já fizeram emissões de debêntures sustentáveis. Hoje, a companhia gere 18 operações e atende mais de seis milhões de pessoas em cinco estados brasileiros e em 2022 assume integralmente o bloco 2 do Rio de Janeiro.

“É um passo importante em nosso posicionamento como referência em finanças sustentáveis no setor”, diz o diretor financeiro e de RI, João Luiz Guillaumon Lopes. Em agosto de 2020, a Iguá captou R$ 880 milhões por meio de debêntures sustentáveis, as primeiras emitidas na área de infraestrutura do país, reconhecidas pela SITAWI Finanças do Bem.

Alper (APER3) e Agrogalaxy (AGXY3)

A Alper fechou uma parceria comercial com o AgroGalaxy para distribuição, com exclusividade, de produtos de seguro. O valor da operação não foi informado.

Fleury (FLRY3)

O Fleury confirmou que iniciou estudos preliminares visando avaliar uma potencial transação para a compra da Alliar, “as até este momento não há qualquer definição quanto à apresentação de proposta, oferta ou acordo”, afirmou a companhia em fato relevante.

Mitre Realty (MTRE3)

A Mitre Realty lançou dois empreendimentos focados no público de média-alta renda, o Haus Mitre Vila Clementino e o Haus Mitre Aclimação.

  • Haus Mitre Vila Clementino
  • VGV: R$187 milhões
  • Unidades: 217
  • % VGV vendido: 29%
  • Previsão de Entrega: 31/08/2024
  • Haus Mitre Aclimação
  • VGV: R$102 milhões
  • Unidades: 119
  • % VGV vendido: 37%
  • Previsão de Entrega: 31/08/2024

Com estes lançamentos, a Mitre Realty atinge R$ 645 milhões de VGV lançado no ano, em linha com seu Guidance de lançar entre R$ 1,5 e R$ 2,0 bilhões no ano.

Embraer (EMBR3)

A Eve Urban Air Mobility, uma empresa da Embraer, está cooperando com parceiros estratégicos e entidades governamentais para o desenvolvimento no Brasil de um novo conceito de operações para o mercado futuro de Mobilidade Aérea Urbana, iniciando pelo Rio de Janeiro. O objetivo é que o conhecimento adquirido seja convertido em um documento com dados e análises referentes aos aspectos de todos os pilares operacionais.

Conduzida sob a coordenação da Eve, a iniciativa reúne a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e o DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) em uma frente de trabalho que avalia como a infraestrutura e as soluções de gerenciamento do tráfego aéreo existentes podem permitir operações de UAM, ao mesmo tempo em que se preparam para o crescimento por meio de novas tecnologias em desenvolvimento.

Nas atividades que vão introduzir e acelerar de forma segura o crescimento do mercado de UAM no Brasil também estão envolvidas a concessionária do Aeroporto Internacional Tom Jobim, RIOgaleão; a Universal Aviation, uma das maiores empresas de apoio aeroportuário e a ABAG (Associação Brasileira de Aviação Geral).

Helicópteros convencionais serão usados para simular a aeronave elétrica de pouso e decolagem vertical, também conhecida no mercado como EVA (Electrical Vertical Aircraft ou aeronave vertical elétrica). A aeronave de Eve será totalmente elétrica e foi projetada com foco nos usuários, para proporcionar um transporte eficiente e confortável, com baixo ruído e zero emissões de carbono.

Ânima (ANIM3)

Segundo o jornal Valor Econômico, a Ânima está em negociações para a aquisição do CEUB (Centro Universitário de Brasília), que possui em sua grande maioria alunos de medicina, mas que há alguns anos perdeu a imunidade de ‘entidade sem fins lucrativos’ e gerou individamentos. O valor da transação é de aproximadamente R$ 800 milhões.

(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: