Forbes Radar: Vivara, Petrobras, Rede D’Or, Cosan e outros destaques corporativos

Últimas notícias sobre: PDG Realty, Smiles, Cogna e BRF.

Artur Nicoceli
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (16), as companhias deram continuidade à temporada de balanços financeiros do segundo trimestre. A Smiles registrou lucro líquido de R$ 70,2 milhões, a Vivara fechou lucro líquido recorrente en R$ 81,7 milhões e a Cosan teve lucro líquido de R$ 942,4 milhões, nove vezes mais alto que o lucro de 2020.

Ao mesmo tempo, a Rede D’Or informou que irá realizar uma OPA (oferta pública voluntária) para comprar todas as ações da Alliar, em uma operação avaliada em R$ 1,35 bilhão.

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Cogna (COGN3)

A Cogna reportou na última sexta-feira (13) prejuízo de R$ 92,9 milhões no segundo trimestre, ante perda de R$ 454,7 milhões um ano antes, em período ainda marcado pela queda de receitas pressionada pelo segmento de ensino superior presencial, mas com menores provisões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A receita líquida caiu 5,2% ano a ano, para R$ 1,3 bilhão, com o efeito negativo do ensino superior presencial sendo, conforme a empresa, parcialmente compensado pelo crescimento observado nas receitas de ensino superior à distância e da unidade Vasta.

O total de custos, porém, cresceu 9,2% e as despesas operacionais avançaram 11,23% no período de abril a junho frente ao mesmo intervalo de 2020.

O Ebitda recorrente somou R$ 329,5 milhões, um salto de 173,2% frente ao mesmo período do ano passado, com margem de 25,3%, bem acima dos 8,8% registrados um ano antes.

A Cogna atribuiu tal desempenho à melhora de performance no recebimento, uma maior adimplência os alunos e da redução no custo com docentes. “Essa melhora refletiu em uma menor PCLD (provisão para créditos de liquidação duvidosa) no ensino superior pagante e nos produtos de parcelamento (PEP/PMT).”

A provisão para créditos de liquidação duvidosa caiu 61,5%, para R$ 192,7 milhões.

JFL Living (JFLL11)

A JFL Living anunciou o lançamento do JML747, um empreendimento localizado no centro dos Jardins, em São Paulo. Entre os diferenciais do imóvel são as bicicletas elétricas compartilhadas, a academia com parede de escalada, espaço para co-working, piscina aquecida, spa, wellness chair e um menu de café da manhã desenvolvido pelo chef Thiago Cerqueira.

BRF (BRFS3)

A companhia de alimentos brasileira BRF avaliou na última sexta-feira (13) que é necessário mais tempo para que os preços dos produtos no Brasil reflitam totalmente os custos mais altos dos grãos que pesaram em seus resultados no segundo trimestre, disse o CEO Lorival Luz, em teleconferência com analistas.

Após anunciar na véspera um prejuízo líquido no segundo trimestre, também refletindo as maiores despesas financeiras no período, as ações da BRF chegaram a cair até 3,5%, reduzindo perdas perto do meio-dia para 0,6%.

O maior exportador de carne de frango do mundo apontou os altos estoques do produto em alguns países, como o Japão, como motivo para não conseguir elevar os preços no mercado brasileiro, onde a companhia realiza a maior parte de suas vendas.

Com a queda dos estoques globais de carnes, a BRF espera ajustar os preços e recuperar parte das margens perdidas nos próximos trimestres.

SLC Agrícola (SLCE3)

A SLC Agrícola já fechou em condições favoráveis “praticamente” todas as compras de insumos necessários para a safra 2021/22, que começa a ser plantada em setembro, e prevê a manutenção das margens “espetaculares” vistas em 2020/21, considerando que os preços de commodities como soja e milho estão sustentados, disse presidente-executivo de uma das maiores produtoras agrícolas do Brasil nesta sexta-feira.

Segundo Aurélio Pavinato, a produção de grãos e oleaginosas vendida antecipadamente para a safra 21/22 aponta preços superiores ante a safra passada, em percentuais que já incorporam a produção das áreas arrendadas da Terra Santa e Agrícola Xingu – com esses arrendamentos, a área plantada da SLC aumentará 40%, para 660 mil hectares.

Segundo ele, como boa parte dos fertilizantes foram comprados antes da alta de preços do insumo, o aumento de custo em 2021/22 “será pequeno” em comparação com a colheita deste ano.

Facebook (FBOK34) e Amazon (AMZO34)

Facebook e Amazon.com pediram ao governo dos Estados Unidos aprovação para operarem um novo cabo de dados submarino entre as Filipinas e a Califórnia depois que a China Mobile decidiu em sair do projeto, disse uma agência governamental.

As duas empresas disseram à Comissão Federal de Comunicações (FCC, na sigla em inglês) que pretendem iniciar a operação comercial no final de 2022 e que a nova conexão de dados fornecerá capacidade significativa em rotas onde a demanda por capacidade continua a aumentar substancialmente a cada ano.

As empresas afirmaram que o novo cabo ajudará a apoiar os aplicativos do Facebook e fornecerá à Amazon e às suas afiliadas a capacidade de oferecerem suporte aos serviços de computação em nuvem da companhia.

Smiles (SMLS3)

A Smiles registrou lucro líquido trimestral de R$ 70,2 milhões, revertendo prejuízo de R$ 350 mil de um ano atrás. A receita líquida ficou em R$ 164 milhões, avanço de 190% no comparativo anual, fruto do programa de resgate de milhas. Já o Ebitda foi de R$ 78,9 milhões, mas queda de 1.364,2% contra 2020.

CVC (CVCB3)

A operadora de viagens CVC anunciou na última sexta-feira (13) que teve prejuízo de R$ 175,6 milhões, acusando os efeitos da segunda onda da Covid-19, embora a perda tenha sido inferior à de R$ 252,1 milhões de um ano antes.

De abril a junho, a receita líquida da companhia somo R$ 115,6 milhões, ante R$ 3 milhões na mesma etapa de 2020, segundo a CVC em virtude da retomada das atividades, mesmo com um repique da pandemia.

Seu resultado operacional medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização ficou negativo em R$ 123,75 milhões, ante um déficit de R$ 197,5 milhões.

“Seguimos envidando esforços na reorganização da empresa em seu consequente preparo para a retomada de mercado durante o segundo semestre de 2021”, afirmou a CVC no relatório.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Vivara (VIVA3)

A Vivara apontou lucro atribuído aos controladores de R$ 81 milhões, revertendo prejuízo de R$ 1,7 milhão no mesmo período de 2020. Já o lucro líquido recorrente foi de R$ 81,7 milhões, ante resultado negativo de R$ 1,7 milhão de abril a junho do ano passado.

A receita líquida ficou em R$ 246 milhões e o Ebitda fechou em R$ 104,7 milhões.

Apple (AAPL34)

Após uma semana de críticas sobre um novo sistema planejado para detectar imagens de abuso sexual infantil, a Apple disse qque irá procurar apenas por fotos sinalizadas em vários países.

A mudança e outras alterações destinadas a tranquilizar defensores da privacidade foram detalhadas em uma quarta entrevista coletiva desde o anúncio inicial, oito dias antes de um plano para monitorar os dispositivos dos clientes.

Depois de se recusar a dizer quantas imagens correspondentes serão necessárias antes que o sistema operacional notifique a Apple para uma revisão humana e possível relato às autoridades, os executivos disseram que começará com 30, embora o número possa diminuir com o tempo, à medida que o sistema melhore.

A Apple também disse que será fácil para os pesquisadores se certificarem de que a lista buscada em um iPhone é a mesma em todos os outros telefones, buscando amenizar receios de que o novo mecanismo seja usado para atingir indivíduos.

A Apple reconheceu que lidou mal com as comunicações em torno do programa, desencadeando reações de grupos influentes de política de tecnologia e até mesmo de seus próprios empregados, preocupados com o fato de a empresa estar colocando em risco sua reputação de proteger a privacidade do consumidor.

A série contínua de explicações, cada uma dando mais detalhes que fazem o plano parecer menos hostil à privacidade, convenceu alguns críticos de que suas vozes foram ouvidas.

PDG Realty (PDGR3)

A PDG Realty informou prejuízo líquido trimestral de R$ 284,6 milhões, alta de 52% se comparado com o prejuízo líquido de R$ 186,7 milhões no mesmo período de 2020.

A receita foi de R$ 103,4 milhões entre abril a junho, crescimento de 80% em relação aos R$ 57,3 milhões do 2º trimestre do ano anterior.

O Ebitda também ficou negativo em R$ 103,9 milhões no segundo trimestre, aumento de 52% ante R$ 68,3 milhões negativos do ano passado.

Cosan (CSAN3)

A Cosan teve lucro líquido de R$ 942,4 milhões no segundo trimestre, nove vezes mais alto que os R$ 101,9 milhões de abril a junho de 2020.

A receita fechou em R$ 25,2 bilhões no mesmo período, crescimento de 85,9% se comparado com os R$ 13,5 bilhões do mesmo período do ano passado. E o Ebitda teve uma desempenho positivo de 75,5% na comparação anual, fechando em R$ 3,3 bilhões.

Espaço Laser (ESPA3)

A Espaço Laser informou que seu conselho administrativo aprovou manter a EY (Ernst & Young) como auditores independentes responsável pela auditoria do exercício social de 2021.

Vale (VALE3)

A Vale informou que realizará pagamento de juros das debêntures da 9ª emissão, em 16 de agosto de 2021, através do Banco Bradesco. O preço unitário das 550mil debêntures é de R$ 88. O valor total a ser pago é de R$ 48 milhões.

Petrobras (PETR4)

A Petrobras informou que a parada programada de 30 dias para manutenção da plataforma de Mexilhão e do gasoduto Rota 1, que escoa o gás natural produzido em Mexilhão e em outras plataformas do pré-sal e pós-sal da Bacia de Santos, será adiada em 14 dias, passando para 29 de agosto.

“O atraso foi motivada pela ocorrência de parada emergencial não programada para reparar equipamentos da planta de processamento, que recebe o gás natural oriundo da Bacia de Campos e do gasoduto Rota 2, o qual escoa o gás natural produzido na Bacia de Santos. A operação é indispensável para assegurar o pleno funcionamento da Rota 2, o que garantirá o abastecimento do mercado durante a parada do gasoduto Rota 1”, informou a companhia.

Rede D’Or (RDOR3) e Alliar (AALR3)

A Rede D’Or São Luiz aprovou a realização de uma OPA (oferta pública voluntária) visando à aquisição de ações de emissão da Alliar.

A OPA terá por objeto a aquisição de todas as ações ordinárias de emissão da Alliar, a um preço por ação equivalente a R$11,50. A efetivação da OPA estará condicionada à aquisição de, no mínimo, 17 milhões de ativos, correspondentes a 15% do seu capital social.

Equatorial Energia (EQTL3)

A Equatorial Energia informou que Servio Túlio dos Santos ocupava o cargo de diretor de distribuição da companhia, assumirá a cadeira de diretor-presidente, substituindo Augusto Dantas, que assumirá o posto de diretor de distribuição.

Melnick (MELK3)

A Melnick informou um processo de recompra de ações. A companhia pode comprar até 3,4 milhões de ativos, 5% do capitla social. Segundo a empresa, o programa de recompra tem o objetivo de maximizar a geração de valor para os acionistas. O prazo de recompra é de hoje (16) até 16 de agosto de 2022.

(Com Reuters)

Calendário de divulgação dos próximos resultados:

  • Boa Vista (BOAS3) – 16 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Cruzeiro do Sul (CSED3) – 16 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Focus Energia (POWE3) – 16 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Gafisa (GFSA3) – 16 de julho (após o fechamento de mercado)
  • IRB (IRBR3) – 16 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Mosaico (MOSI3) – 16 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Yduqs (YDUQ3) – 16 de julho (após o fechamento de mercado)
  • Cemig (CMIG4) – 16 de julho (após o fechamento de mercado)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: