Minério de ferro avança em Dalian com expectativas de forte demanda

Stringer/Reuters
Stringer/Reuters

Trabalhadores em usina na China

Os contratos futuros do minério de ferro negociados na China avançaram mais de 3% hoje (3), após cinco sessões consecutivas de perdas, impulsionados por especulações de uma flexibilização aos cortes de produção de aço no país asiático.

“Afetado pelo aviso de retificação dos esforços para redução das emissões de carbono em ‘estilo de campanha’, o mercado espera uma desaceleração nos cortes de produção de aço, e a demanda por minério de ferro pode se recuperar em estágios”, disse a SinoSteel Futures em nota.

LEIA TAMBÉM: IPC-Fipe acelera alta a 1,02% em julho com alimentos e habitação

Os embarques de minério de ferro provenientes da Austrália e do Brasil recuaram para 24,7 milhões de toneladas na semana até 1º de agosto, queda de 147 mil toneladas em relação à semana anterior, mostraram dados da consultoria Mysteel.

O contrato mais ativo do minério de ferro na bolsa de commodities de Dalian, para entrega em setembro, fechou em alta de 2%, a 1.063 iuanes (US$ 164,41) por tonelada.

O contrato havia recuado quase 9% desde 27 de julho.

Já os preços do aço na bolsa de futuros de Xangai ampliaram perdas. O vergalhão de aço para entrega em outubro despencou 4,6%, para 5.247 iuanes por tonelada, menor patamar desde 6 de julho. (Com Reuters)

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).