Bilionário Bernard Arnault vende participação no Carrefour após 14 anos

A venda encerra 14 anos de participação do magnata de luxo na rede de supermercados.

Mariangela Castro
Compartilhe esta publicação:

A fortuna do bilionário, dono de algumas das maiores marcas de luxo do mundo, sofreu quedas no último mês; na metade de agosto, Arnault chegou a perder US$ 9,9 bilhões em apenas um dia

Acessibilidade


O Grupo Agache, do bilionário francês Bernard Arnault, decidiu vender o restante de sua participação no Grupo Carrefour, concluindo a saída gradual da empresa iniciada em setembro de 2020. A venda encerra 14 anos de participação do magnata de luxo na rede de supermercados. Arnault, dono da LVMH, tinha participação de 5,7% no grupo e levantou cerca de US$ 854 milhões com a venda de suas ações no mercado por € 16 cada papel, segundo a agência de notícias Reuters.

Na manhã de ontem (1o), a primeira após a saída de Arnault, as ações do Carrefour na bolsa de valores francesa caíram 4,9%. No fechamento de hoje (2), os papéis ficaram cotados a € 15,89. No início da semana, esse valor era de € 16,90.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram: https://t.me/forbesmoney

O bilionário entrou no grupo em 2007 comprando cada papel por € 47,00. Porém, uma fonte ouvida pela agência Reuters afirma que o bilionário não teve perdas financeiras no período em que foi acionista por causa dos dividendos recebidos da rede varejista.

Em nota, o presidente e CEO do Grupo Carrefour, Alexandre Bompard, disse: “O Agache tem apoiado o Grupo Carrefour de forma confiável nos últimos 14 anos. Desde a minha chegada, tenho me beneficiado da confiança e do apoio inabalável de Bernard Arnault em todas as fases da transformação do Grupo. Agradeço muito a ele.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A fortuna do bilionário, dono de algumas das maiores marcas de luxo do mundo, sofreu quedas no último ano. Na metade de agosto, Arnault chegou a perder US$ 9,9 bilhões em apenas um dia. Atualmente, seu patrimônio é avaliado pela Forbes em US$ 184,6 bilhões, o posicionando como terceira pessoa mais rica do mundo, atrás de Jeff Bezos e Elon Musk.

Arnault era um dos três principais acionistas do grupo, junto com a família francesa Moulin e o bilionário brasileiro Abilio dos Santos Diniz. No Brasil, as ações do Carrefour (CRFB3) caíram 5,07% nos últimos 30 dias, encerrando o pregão de hoje a R$ 18,15.

(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: