Braskem assina acordo com SCG Chemicals para estudos de fábrica de desidratação de bioetanol na Tailândia

Caso o projeto seja implementado, a unidade deverá estar localizada no complexo petroquímico da SCG para produzir bioeteno e o polietileno .

Redação
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Amanda Perobelli
REUTERS/Amanda Perobelli

Caso o projeto seja implementado, a unidade deverá estar localizada no complexo petroquímico da SCG para produzir bioeteno e o polietileno

Acessibilidade


A Braskem comunicou hoje (9) um acordo com a petroquímica tailandesa SCG Chemicals envolvendo estudos para investir, em conjunto, em uma nova fábrica de desidratação de bioetanol na Tailândia.

De acordo com a empresa brasileira, caso o projeto seja implementado, a unidade deverá estar localizada em Map Ta Phut, Rayong, Tailândia, no complexo petroquímico da SCG para produzir bioeteno e o polietileno (PE) I’m Green™ bio-based.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A Braskem afirmou que contribuiria com sua tecnologia, conhecimento no processo de desidratação de etanol e experiência em marketing de PE I’m Green™ bio-based, enquanto a SCG Chemicals utilizaria suas unidades de PE e expertise de produção para fabricar o PE I’m Green™ bio-based para o projeto, além de contribuir com seu conhecimento do mercado de polietileno na Ásia.

A execução do investimento está sujeita à conclusão dos estudos acima mencionados, acordo mútuo entre Braskem e SCG Chemicals e aprovação pelos órgãos de governança competentes.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O memorando de entendimento para realizar os estudos de viabilidade da nova planta foi assinado pela subsidiária Braskem Netherlands B.V. com a SCGChemicals. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: