Forbes Radar: AES Brasil, Itaúsa, M. Dias Branco, B3 e outros destaques corporativos

Últimas notícias sobre: Corsan, Petrobras, GM, Azul, BRF e Netflix.

Artur Nicoceli
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (29), A B3 informou que os valores atribuídos por ação relacionados aos dividendos referentes ao segundo trimestre foram ajustados de R$ 0,150558108 para R$ 0,15039690, e os de JCP (Juros sobre Capital Próprio) saíram de R$ 0,04426743 para R$ 0,04421329 por ativo.

No universo das ofertas públicas, a empresa brasileira de energia AES Brasil informou que levantou R$ 1,12 bilhão em follow-on, enquanto a Corsan assinou com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) seu processo de privatização, que prevê realizar um IPO em 2022.

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

AES Brasil Energia (AESB3)

A empresa brasileira de energia AES Brasil informou que levantou R$ 1,12 bilhão em follow-on.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A AES Brasil, que tem a empresa norte-americana de energia AES Corp como principal acionista, disse que vendeu 93 milhões de novas ações a R$ 12 cada.

As ações começarão a ser negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo em 30 de setembro.

A empresa pretende usar os recursos para financiar o crescimento de seu portfólio de energia renovável.

A AES Brasil opera atualmente usinas hidrelétricas, eólicas e solares no Brasil, com uma capacidade instalada total de 4,4 GW.

Os bancos de investimento Bradesco BBI, Itaú BBA, Credit Suisse Brasil, Santander e HSBC coordenaram a oferta.

Corsan

A Corsan, Companhia Riograndense de Saneamento, anunciou nesta terça-feira que assinou um contrato com o BNDES no âmbito de um processo de privatização da companhia que prevê a realização de IPO no próximo ano.

O BNDES será assessor direto do governo do Rio Grande do Sul no IPO, que verá o controle do Estado ir para investidores privados. O Rio Grande do Sul, ao final do processo, ficará com participação de cerca de 30% no capital da Corsan.

A Corsan afirmou em comunicado que os recursos da oferta primária, de “pelo menos 1 bilhão de reais”, serão usados “principalmente para obras e investimentos para universalização da coleta e do tratamento de esgoto no RS”.

A expectativa da empresa é que o IPO ocorra na primeira semana de fevereiro de 2022.

Eletrobras (ELET6)

A Eletrobras informou nesta terça-feira que foi aprovado o montante total de crédito que a companhia irá receber da CCC (Conta de Consumo de Combustíveis) no valor de R$ 2,67 bilhões, após deliberações da Aneel.

As deliberações são decorrentes do final de oito processos de fiscalização (1º e 2º período) referentes à Amazonas Energia, Ceron, Eletroacre e Boa Vista Energia, abrangendo o período de julho de 2009 a abril de 2017, de acordo com comunicado da empresa.

“Ficou estabelecido pela Aneel que a Eletrobras receberá esse montante em 60 parcelas mensais, atualizadas pelo IPCA, com início de pagamento previsto no orçamento da CDE de 2022”, disse a empresa.

A elétrica afirmou ainda que a Aneel irá informar ao Ministério de Minas e Energia o conteúdo da decisão.

Em comunicado à parte, a Eletrobras disse que foi aprovado pela Aneel um reembolso da ordem de 116,27 milhões de reais à sua controlada Eletronorte, também após fiscalização da CCC.

“O reembolso decorre de diferença de custos com a geração termelétrica, principalmente relacionado à UTE Santana, de propriedade da Eletronorte. Além disso, houve gastos com combustíveis decorrentes da geração própria pela UTE Rio Madeira e das UTEs Termonorte I e IIc ontratadas à época pela Eletronorte”, explicou.

O reembolso será pago no prazo de 60 meses, em parcelas iguais, com a devida atualização pelo IPCA.

Petrobras (PETR4)

A Petrobras elevará o preço do diesel nas refinarias em quase 9% a partir de hoje (29), após 85 dias de estabilidade, informou a companhia em nota, frisando que o movimento é importante para garantir o abastecimento do combustível no país.

Com o ajuste, o valor médio do diesel vendido pela companhia a distribuidoras passará de R$ 2,81 para R$ 3,06 por litro, refletindo reajuste médio de R$ 0,25 por litro. Já a gasolina foi mantida estável.

Ao mesmo tempo, a Petrobras assinou com a Excelerate Energy, um contrato de arrendamento do Terminal de Regaseificação de Gás Natural Liquefeito da Bahia e instalações associadas, por R$ 102 milhões, com vigência até o fim de 2023, informou a petroleira estatal em comunicado ao mercado.

Com a conclusão da negociação, a Excelerate está buscando, com o apoio da Petrobras, a transferência das licenças e autorizações necessárias para a operação de um novo navio regaseificador no terminal, segundo a Petrobras.

Localizado na Baía de Todos os Santos, o terminal de GNL da Petrobras na Bahia tem capacidade de regaseificação máxima de 20 milhões de metros cúbicos por dia.

Por fim, a Petrobras informou que a agência de classificação de risco Moody’s elevou sua nota de crédito em 1 nível, de “Ba2“ para “Ba1”, com perspectiva estável. A agência também elevou o rating intrínseco da companhia em 1 nível, de “ba2” para “ba1”.

Com este upgrade a Petrobras é classificada um nível acima do governo brasileiro, o que, segundo a Moody’s, decorre do perfil de crédito superior da companhia, incluindo a comprovada resiliência em condições econômicas e de negócios adversas.

Itaúsa (ITSA4)

A Itaúsa está ampliando sua área de M&A (fusões e aquisições) e avaliando oportunidades de investimentos nas áreas de transmissão de energia, saúde e agronegócio, mantendo estratégia de diversificação da holding, que tem quase todo seu resultado derivado do desempenho do Itaú Unibanco.

O presidente da Itaúsa, Alfredo Setubal, também afirmou em apresentação ontem (28) que a empresa está avalia antecipar dividendos aos acionistas, a depender, entre outros fatores, do desfecho da discussão sobre tributação no Congresso.

A expectativa de Setubal é que a Itaúsa eleve a remuneração a acionistas nos próximos anos, em parte devido ao crescimento das outras empresas no portfólio de: Dexco, Alpargatas, Copa Energia, Aegea, NTS e XP.

A XP, aliás, é parte de um longo processo de desinvestimento da Itaúsa, reafirmou Setubal, que poderá usar os recursos das vendas de ações inclusive para dividendos dos acionistas, além de investimentos.

GM (GMCO34)

A GM (General Motors) disse ontem (28) que a unidade de EVs (veículos comerciais elétricos) BrightDrop terá uma segunda van de entrega à sua linha em 2023 e fechou acordo para fornecer esse veículo para a Verizon Communications.

A GM disse que o EV410 de médio porte, voltado para um segmento que inclui supermercados, telecomunicações e outros provedores de serviços que demandam veículos menores, será fabricado a partir do segundo semestre de 2023 em uma fábrica no Canadá. A van EV600, que tem maior porte, começará a ser produzida em novembro de 2022.

Katz, que ingressou na GM vindo da empresa de venture capital Redpoint Ventures, disse que os modelos elétricos agora fazem mais sentido financeiramente para clientes comerciais que estão focados no custo total de propriedade do veículo. A GM afirma que o EV600 economiza US$ 7 mil por ano para gestores de frota em comparação com um veículo semelhante movido a diesel.

A GM estimou que o mercado norte-americano para veículos de entrega de encomendas e alimentos subirá para mais de US$ 850 bilhões em 2025, e Katz apontou que a Verizon é uma das maiores operadoras de frotas dos EUA. A empresa não revelou o tamanho da encomenda da Verizon.

M. Dias Branco (MDIA3)

A M. Dias Branco, líder nos mercados de biscoitos e massas, anunciou ontem (28) que fechou contrato para aquisição da Latinex pelo preço inicial de R$ 180 milhões, podendo chegar até R$ 272 milhões mediante o cumprimento de metas previstas em acordo.

Segundo fato relevante, a Latinex reforça a presença da M. Dias em ‘healthy food’ (saudabilidade) e snacks, além de marcar a entrada nos segmentos de temperos, molhos e condimentos.

Azul (AZUL4)

A Azul anunciou ontem (28) que fez encomenda de até 10 aviões turboélice Cessna Gran Caravan EX, da norte-americana Textron, para uso por sua subsidiária de aviação subregional, Azul Conecta.

O pedido envolve cinco encomendas firmes e cinco opções de compra, afirmou a empresa em comunicado à imprensa.

BRF (BRFS3)

A companhia de alimentos BRF foi habilitada por Singapura para exportar miúdos de suínos a partir das unidades de Campos Novos (SC) e Toledo (PR), as primeiras plantas da BRF aprovadas para esta categoria de produtos, disse a empresa à Reuters ontem.

As unidades já exportavam carne suína para Cingapura e receberam autorização para embarcar os miúdos. Ao todo, 20 plantas da empresa possuem habilitação para o país, que é o quarto maior comprador da proteína do Brasil.

Segundo o gerente executivo de Relações Institucionais da BRF, Luiz Tavares, Cingapura é um dos principais destinos de produtos da companhia na Ásia, junto com a China, Japão, Vietnã e Coreia do Sul.

Netflix (NFLX34)

A Netflix lançou nesta terça-feira cinco títulos de jogos para dispositivos móveis em alguns mercados europeus como parte dos esforços para diversificar fontes de receita em meio à competição crescente entre plataformas de streaming.

A empresa apresentou os títulos “Stranger Things: 1984”, “Stranger Things 3: The Game”, “Card Blast”, “Teeter Up” e “Shooting Hoops” no Android para clientes de Espanha e Itália.

A Polônia, onde os títulos “Stranger Things” já estão disponíveis, receberá os demais três jogos.

“Ainda estamos no início, mas empolgados em trazer esses jogos exclusivos como parte da assinatura da Netflix – sem anúncios e sem compras no aplicativo”, disse um porta-voz da empresa à Reuters.

Amazon (AMZO34) e Walt Disney (DISB34)

A Amazon anunciou um robô doméstico chamado “Astro” e um acordo com a Walt Disney para incluir sua tecnologia de controle de voz em hotéis resort, tentando ampliar a participação de sua assistente virtual Alexa na vida dos consumidores.

O robô é projetado para realizar tarefas como monitoramento doméstico, configurar rotinas e lembretes e pode tocar música e programas de TV enquanto percorre a casa.

O dispositivo, que tem olhos digitais em uma tela giratória montada sobre rodas, está disponível por um preço inicial para convidados de 999,99 dólares e preço normal de 1.449,99 dólares.

Entre outros lançamentos da companhia estão um termostato inteligente, um display Echo Show 15 e um dispositivo de monitoramento de saúde chamado Halo View.

Em seu esforço para atrair a próxima geração de clientes, a empresa apresentou o Amazon Glow, um aparelho para jogar, ler ou desenhar durante uma chamada de vídeo.

Na parceria com a Disney, a Amazon lançará um assistente de voz com tecnologia Alexa nos hotéis do parque temático da Disney, com um recurso pago que permite aos clientes interagir com os personagens da Disney em casa. Espera-se que o recurso seja lançado no próximo ano.

Marfrig (MRFG3)

A Marfrig Global Foods, maior produtora global de hambúrgueres, iniciou neste mês embarques de carne bovina aos Estados Unidos por duas novas plantas localizadas no Brasil, em Chupinguaia (RO) e Alegrete (RS), informou a companhia à Reuters.

O mercado norte-americano é um dos principais compradores da proteína brasileira e está em plena ascensão, atrás apenas de China e Hong Kong.

Segundo a empresa, a unidade de Chupinguaia teve a habilitação confirmada em agosto e o primeiro lote foi enviado aos EUA na última semana com 150 toneladas. A partir de então, os embarques estão sendo feitos diariamente.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Vale (VALE3)

A mineradora Vale informou que 35 trabalhadores que estavam presos em mina subterrânea no Canadá voltaram à superfície até esta terça-feira, e outros quatro estão a caminho, segundo um comunicado.

De acordo com a companhia, os trabalhos para resgatar os funcionários na mina Totten, em Sudbury, Ontário, prosseguem após a retirada bem-sucedida da maior parte das pessoas.

No domingo (26), 39 trabalhadores ficaram presos após uma pá escavadeira ter se desprendido, bloqueando um acesso e indisponibilizando o meio de transporte dos empregados.

Engie Brasil (EGIE3)

A Engie Energias Complementares Participações, controlada pela operação brasileira da Engie, anunciou nesta terça-feira a aquisição da Assu Sol Geração de Energia SPE, empresa detentora do projeto do Complexo Fotovoltaico Assú Sol, no Rio Grande do Norte, conforme comunicado.

O valor total da operação é de até R$ 41,25 milhões, com pagamentos realizados conforme o cumprimento de marcos relacionados ao cronograma de desenvolvimento do projeto.

Segundo o comunicado, o projeto tem capacidade instalada total estimada de até 750 megawatts (MW) e será desenvolvido na mesma região onde a companhia opera, desde 2017, a Usina Fotovoltaica Assú V.

“A aquisição amplia em aproximadamente 50% o potencial de capacidade instalada de nosso portfólio de projetos em estágio avançado de desenvolvimento, que passa a totalizar mais de 2,2 GW… acelerando a transição da matriz elétrica brasileira”, disse o diretor-presidente e de Relações com Investidores da Engie, Eduardo Sattamini.

Via (VIIA3)

O Presidente da Via, Roberto Fulcherberguer, anunciou, em um evento, que a companhia fará em novembro o financiamento para a venda de produtos no marketplace. A empresa tem pouco mais de 100 mil lojistas em sua plataforma no país.

Westwing (WEST3)

A Westwing, plataforma de casa, decoração e lifestyle, acaba anunciar a aquisição da Zarpo Viagens S.A., uma das agências on-line que mais crescem no Brasil, como forma de reforçar sua estratégia de expandir o mercado endereçável após a abertura do capital realizada em fevereiro deste ano na B3.

Fundada em 2011, a Zarpo completa 10 anos em 2021 e conta com mais de 6 milhões de clientes cadastrados em sua plataforma. O serviço trabalha em parceria com hotéis, resorts, pousadas e companhias aéreas.

“A precificação final e o fechamento da transação estão sujeitos à auditoria legal e financeira a ser feita pela Westwing, no prazo estimado de setenta e cinco dias, que poderá ser prorrogado caso as partes julguem necessário”, informou a companhia.

B3 (B3SA3)

A B3 informou que os valores atribuídos por ação relacionados aos dividendos referentes ao segundo trimestre de 2021 foram ajustados de R$ 0,150558108 para R$ 0,15039690, e o pagamento de JCP (Juros sobre Capital Próprio) subiu de R$ 0,04426743 para R$ 0,04421329 por ação. Os pagamentos ocorrerão em 7 de outubro.

Kepler Weber (KEPL3)

A Kepler Weber recebeu um informe que a Trígono Capital aumentou sua participação acionária em 10,005%.

Ultrapar (UGPA3)

O Grupo Ultra anunciou que o acionista Marcos Marinho Lutz passou a deter 2,4% do seu capital social da companhia, ou 2,2 milhões de papéis.

Hospital Mater Dei (MATD3)

A agência de classificação de risco de crédito Fitch Ratings atribuiu ao Hospital Mater Dei o rating corporativo inicial Rating Nacional de Longo Prazo “AA(bra)”, com perspectiva “Estável”.

CVC (CVCB3)

A CVC anunciou que os acionistas da companhia aprovaram, em assembleia-geral, o plano de incentivo de longo prazo baseado em ações da companhia.

O Plano ILP busca atrair, reter e motivar os colaboradores da CVC, nos níveis de diretor, gerente executivo, gerente, coordenador e especialista; alinhar os interesses dos executivos aos interesses dos acionistas; e ampliar os níveis de comprometimento com a geração de resultados sustentáveis dacCompanhia .

O programa será dividido em quatro etapas.

Renova Energia (RNEW3)

A Renova Energia convocou uma assembleia-geral para a incorporação da Apsis Consultoria e Avaliações. A incorporação estava prevista no plano de recuperação judicial da companhia.

Caso a operação seja aprovada, não haverá alteração do capital social da Companhia nem a emissão de novas ações pela Companhia, de forma que a incorporação não implicará em qualquer diluição dos acionistas.

Copel (CPLE6)

O conselho de administração da subsidiária integral Copel, a Copel GeT, aprovou a repactuação do risco hidrológico, por meio de uma extensão de suas usinas hidrelétricas. “[A operação] terá um impacto positivo de R$ 1,6 bilhão no resultado operacional consolidado e cerca de R$ 1 bilhão no lucro líquido do exercício.”

Braskem (BRKM5)

A Braskem informou que sua subsidiária Braskem Idesa assinou um contrato com a Pemex (Petróleos Mexicanos) para reduzir o fornecimento de etano, apoiar a construção de um terminal de importação de etano e quitar as pendências contratuais.

Segundo o fato relevante, a companhia deverá produzir 30 mil barris por dia até o início da operação do terminal de importações, que está previsto para 2024.

(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: