Forbes Radar: Google, Magazine Luiza, Alupar, Sabesp e outros destaques corporativos

Últimas notícias sobre: Petrobras, Alupar, PetroReconcavo, Eternit e Ambev.

Artur Nicoceli
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (30), a Eletrobras disse que o Ibama emitiu a licença de instalação que possibilita o início da implantação da Linha de Transmissão Manaus – Boa Vista, com dois trechos e 715 km de extensão, nos Estados de Amazonas e Roraima.

Ao mesmo tempo, a Light comunicou que Gisomar Francisco de Bittencourt Marinho, atual diretor da companhia, foi nomeado diretor de RI.

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Petrobras (PETR4)

A Petrobras informou ontem (29) sobre acordo para vender à parceira chinesa CNOOC parcela adicional de 5% no contrato de partilha de produção do excedente da cessão onerosa no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, por US$ 2,08 bilhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O impacto na curva de produção da Petrobras com a venda da fatia em Búzios, segundo maior produtor de petróleo do Brasil, só iniciará após o fechamento da transação, não sendo esperada qualquer interferência na meta de extração de 2021, informou a empresa.

A opção de compra pela parceira de fatia adicional no mega campo de Búzios já estava prevista no contrato assinado após o leilão do volume excedente ao contrato de cessão onerosa, em 2019, segundo a Petrobras.

Ao mesmo tempo, a petroleira aprovou a destinação de R$ 300 milhões, em um período de 15 meses, para a criação de um programa social de apoio a famílias em situação de vulnerabilidade social para contribuir com o acesso a insumos essenciais, com foco no gás de cozinha.

Por fim, a companhia informou que sua subsidiária integral Petrobras Global Finance B.V. concluiu ontem (28) a liquidação financeira do resgate antecipado dos títulos 4,375% Global Notes e 4,25% Global Notes, ambos com vencimento em 2023.

O valor total do resgate foi equivalente a US$ 1,3 bilhão, excluindo juros capitalizados e não pagos e considerando a taxa de câmbio de US$ 1,1717/€ para os títulos em euros.

Ambev (ABEV3)

A Ambev informou que deverá alterar os preços dos produtos em outubro, e que esse movimento faz parte de uma estratégia da companhia. Segundo o Valor Investe, não foi informado qual será o novo preço e se a correção ocorrerá por exemplo, em canal on trade, ou seja, bares e restaurantes.

Eternit (ETER3)

A Eternit informou que seu conselho de administração aprovou a redução de capital social da Companhia em R$ 57,4 milhões. Com a operação, a companhia passará a ser de R$ 438 milhões, sem modificação da quantidade de ações.

Alupar (ALUP11)

O projeto para a construção do linhão de transmissão de energia que conectará Roraima ao sistema elétrico interligado do Brasil recebeu licença de instalação do órgão ambiental federal Ibama, informaram ao mercado nesta quarta-feira a Alupar e a Eletrobras, responsáveis pelo empreendimento.

A linha, de 500 kV e 715 km de extensão, ligará Boa Vista a Manaus.

Em evento em Roraima, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) estimou que a obra deve levar cerca de três anos para ser executada.

O linhão em Roraima teve a concessão licitada pelo governo federal em 2011 e deveria estar em operação desde 2015, mas veio sofrendo dificuldades ao longo do tempo para avançar no licenciamento ambiental porque suas instalações cruzarão terras dos indígenas Waimiri-Atroari.

O projeto é de responsabilidade de Sociedade de Propósito Específico (SPE) constituída pela Alupar Investimento, proprietária de 51% das ações, em parceria com a Eletronorte, da Eletrobras, com 49% das ações.

PetroReconcavo (RECV3)

petroleira brasileira PetroReconcavo assinou contrato para o fornecimento de gás natural para a Companhia Potiguar de Gás, responsável pela distribuição do insumo no Rio Grande do Norte, para entrega de 236 mil m³/dia, a partir de janeiro de 2022, informou a empresa em nota à imprensa nesta quarta-feira.

O gás fornecido à Potigás virá das 32 concessões operadas no Rio Grande do Norte pela Potiguar E&P, subsidiária da PetroReconcavo, desde 2019, quando a companhia concluiu a compra do primeiro Polo do desinvestimento de campos “onshore” (em terra) da Petrobras.

De acordo com divulgação no site da Potigás, o contrato de dois anos representará uma redução de 35% no valor da molécula, sendo toda a economia gerada pela nova contratação repassada integralmente ao consumidor final.

Google (GOGL34)

O Google anunciou novos serviços em sua plataforma de busca, como um aplicativo que detecta incêndios florestais, além de criar códigos postais para as pessoas que vivem em regiões sem endereço e possibilita que o usuário encontre lojas por perto que tenham um determinado produto, ou pesquisem uma roupa, por exemplo, pela estampa.

Sabesp (SBSP3)

A Sabesp anunciou ontem (29) que o conselho de desestatização do Estado de São Paulo aprovou recomendação para que o governo estadual contrate a IFC (International Finance Corporation) para discutir opções para reestruturação do capital da companhia de água e saneamento.

Nos últimos meses, membros do governo estadual têm dado declarações à imprensa sobre possibilidade da Sabesp passar por um processo de privatização.

Em curto fato relevante ao mercado, a Sabesp informa apenas que a recomendação do conselho envolve a contratação da IFC para “prestação de serviços de consultoria ao Estado consistentes na identificação e análise das possíveis alternativas de reestruturação do capital da Sabesp”.

Segundo o documento, “a cada etapa relevante dos trabalhos a serem realizados pelo IFC a matéria deverá retornar” ao conselho para avaliação e prosseguimento.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Eletrobras (ELET6)

A Eletrobras disse que o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) emitiu a licença de instalação que possibilita o início da implantação da Linha de Transmissão Manaus – Boa Vista, com dois trechos e 715 km de extensão, nos Estados de Amazonas e Roraima, cuja concessão é de responsabilidade da Transnorte Energia, companhia constituída pela Eletronorte, subsidiária da Eletrobras e proprietária de 49% das ações da Transorte, e a Alupar Investimentos, com 51% restantes.

BR Properties (BRPR3)

A BR Properties fechou um acordo com o grupo de companhias Cristais para uma permuta em relação a um terreno localizado no município de Cajamar (SP), para o desenvolvimento de projeto logístico de, aproximadamente, 150 mil m² de área bruta locável.

Light (LIGT3)

A Light comunicou que Gisomar Francisco de Bittencourt Marinho, atual diretor da companhia, foi nomeado diretor de RI.

3R Petroleum (RRRP3)

A 3R recebeu uma notificação da Petróleo Brasileiro, informando que a Unidade de Processamento de Gás Natural III, localizada no ativo industrial de Guamaré, reduzirá sua capacidade de processamento entre os dias 28 de setembro de 2021 e 11 outubro de 2021, para manutenção programada.

Durante o período supracitado, as produções diárias de gás do campo de Sanhaçu e dos campos de Pescada e Arabaiana estarão limitadas a 60 mil m³ e 55 mil m³, respectivamente. “Não há impacto para a produção de óleo dos demais campos que compõem o Polo Macau, que representaram mais 97% da produção de óleo do respectivo Polo entre janeiro e agosto de 2021”, informou a companhia em fato relevante.

Iguá Saneamento (IGSN3)

A Iguá lançou ontem (29) um edital de R$ 1,1 milhão para patrocínio de projetos socioambientais. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento econômico de regiões em situação de vulnerabilidade próximas às operações da concessionária nos estados de Alagoas (Arapiraca e região), Mato Grosso (Alta Floresta, Canarana, Colíder, Comodoro, Cuiabá e Pontes e Lacerda), Paraná (Paranaguá), Santa Catarina (Itapoá) e São Paulo (Andradina, Atibaia, Castilho, Guaratinguetá, Mirassol, Palestina, Piquete e Suzano).

Podem ser inscritos projetos novos ou em andamento, com foco em temas que contribuem para alcançar os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da ONU: educação, meio ambiente, geração de trabalho e renda, além das temáticas relacionadas à cultura, esporte, empreendedorismo, segurança hídrica e resíduos.

Magazine Luiza (MGLU3)

A Magazine Luiza anunciou a 10ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no montante total de R$ 2 bilhões. Os título, com vencimento em 15 de outubro de 2026, tem valor nominal unitário de R$ 1 mil.

(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: