Ibovespa recua em meio a feriados e manifestações

A bolsa paulista mostrava fraqueza nos primeiros negócios de hoje (6) como resultado do feriado nos EUA e da véspera de Dia da Independência no Brasil.

Redação
Compartilhe esta publicação:


A bolsa paulista mostrava fraqueza nos primeiros negócios de hoje (6), véspera de feriado nacional e sem a referência de Wall St por feriado nos EUA, o que tende a reduzir a liquidez nos negócios e corroborar posições mais comedidas antes de manifestações marcadas para o Dia da Independência no Brasil. Às 10:44, o Ibovespa caía 0,16%, a 116.747,21 pontos.

Acessibilidade


Já o dólar subia ligeiramente frente ao real nos primeiros negócios de hoje (6), que deve contar com liquidez baixa devido ao feriado norte-americano e à expectativa quanto às manifestações no Brasil. Às 10:44, o dólar avançava 0,16%, a R$ 5,1920 na venda.

LEIA MAIS: Boletim Focus: Mercado eleva previsões para Selic em meio a inflação alta e piora do cenário econômico

Além do receio em torno das manifestações, Victor Beyruti, economista da Guide Investimentos, relembrou em nota que a semana passada “reforçou as preocupações com inflação, ao mesmo tempo em que trouxe dados de atividade mais fracos do que o esperado”, de forma que a “cautela local deve seguir imperando sobre o bom humor externo”.

Dados do IBGE divulgados na semana passada mostraram que a economia brasileira registrou contração de 0,1% no segundo trimestre deste ano ante o primeiro, frustrando expectativas de analistas que esperavam um avanço de 0,2%.

Já o mercado acionário da China subiu com força nesta segunda-feira, impactado pelos planos para uma nova bolsa em Pequim e por uma série de afirmações do governo favoráveis ao mercado. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, subiu 1,87%, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,12%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O índice que acompanha as principais empresas listadas no NTB (New Third Board) de Pequim saltou 13% depois que a China anunciou detalhes para a Bolsa de Valores de Pequim, que será baseada no NTB.

“Acreditamos que a nova Bolsa de Valores de Pequim oferece uma mensagem tranquilizadora de que a China continuará a sustentar empresas de pequeno e médio porte tecnologicamente inovadoras para que acessem os mercados de capital em busca de financiamento”, disse o Citi em nota nesta segunda-feira.

Em Tóquio, o índice Nikkei avançou 1,83%, a 29.659 pontos. Em Hong Kong, o índice HANG SENG subiu 1,01%, a 26.163 pontos. Em Xangai, o índice SSEC ganhou 1,12%, a 3.621 pontos.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,87%, a 4.933 pontos.

Em Singapura, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,56%, a 3.101 pontos. Já em Sydney, o índice S&P/ASX 200 avançou 0,07%, a 7.528 pontos. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: