Morre presidente do conselho de administração da Klabin

Bilionário desde 2013, Armando Klabin ocupava a 148ª posição na lista de bilionários brasileiros da Forbes.

Redação
Compartilhe esta publicação:
SOPA Images/Getty Images
SOPA Images/Getty Images

Armando Klabin ocupava a 148ª posição na lista de bilionários brasileiros da Forbes

Acessibilidade


A Klabin anunciou nesta quarta-feira a morte do presidente do seu conselho de administração, Armando Klabin, aos 89 anos, no Rio de Janeiro. O executivo é considerado um dos que impulsionaram a companhia a focar no ramo de embalagens no início dos anos 2000.

Armando Klabin ocupava a 148ª posição na lista de bilionários brasileiros da Forbes, com fortuna estimada em R$ 2,98 bilhões. Ele apareceu no ranking pela primeira vez em 2013. O empresário era herdeiro dos irmãos lituanos Maurício, Salomão e Hessel, fundadores da empresa considerada a maior produtora de papel para embalagens do país, e irmão de Israel e Daniel Klebin, também conselheiros na companhia.

LEIA MAIS: Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O executivo foi membro do conselho de administração da Klabin desde sua criação, em 1979, o qual presidiu por diversas vezes. A gigante brasileira de papel foi fundada em 1902 em São Paulo. Ele deixa a esposa, Rosa Lisboa, com quem era casado há 50 anos, e os filhos Wolff Klabin, Daniela Klabin, José Klabin e Bernardo Klabin, e 11 netos.

Em 2016, o bilionário entrou para o Guinness Book como o jogador de polo mais velho em atividade. Ele participou e saiu vencedor do torneio que leva seu nome no Rio de Janeiro, em outubro de 2015, quando tinha 83 anos e 153 dias de idade.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Armando começou a praticar o esporte nos anos 1950 e ajudou a criar a equipe Tigres, que compete até hoje. Tricampeão brasileiro, foi presidente da Federação de Polo do Rio de Janeiro, diretor do Itanhangá Club e entusiasta da fundação do Helvetia Polo Country Club, em Indaiatuba (SP), um dos principais centros do esporte no mundo, com mais de 50 campos.

“Armando foi um homem de vanguarda, um amigo inestimável, com inesgotável capacidade de trabalho. Sua ausência será sentida por todos e seu legado será fonte de inspiração para o caminho que seguiremos trilhando na Klabin”, afirmou a diretoria da empresa em comunicado. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: