Norte-americano que ganhou R$ 20 bilhões na crise financeira de 2008 segue Gates e Bezos e se separa

Paulson investiu bilhões de dólares em resorts de luxo em Porto Rico, o Condado Vanderbilt Hotel e o St. Regis Bahia Beach Resort.

Lisa Kim
Compartilhe esta publicação:
GettyImages
GettyImages

Bilionário John Paulson, de 65 anos, é criador de um fundo de hedge com patrimônio líquido estimado em US$ 4 bilhões

Acessibilidade


O bilionário John Paulson, de 65 anos, criador de um fundo de hedge que a Forbes estima ter um patrimônio líquido de US$ 4 bilhões, está se separando de sua esposa, Jenny Paulson, após 21 anos de casamento. O divórcio foi realizado no condado de Suffolk, em Nova York, e não há acordo pré-nupcial, disse o The New York Post citando uma fonte anônima.

Paulson é um bilionário self-made, que fundou a companhia de fundos de hedge Paulson & Co., em 1994, e ganhou US$ 20 bilhões apostando contra as hipotecas subprime durante a bolha de 2007-2008. A empresa administrou US$ 36 bilhões em seu ápice. O montante, porém, encolheu para US$ 6 bilhões no final de 2018.

John Paulson conheceu Jenny Paulson quando a contratou como assistente, e os dois se casaram em 2000. O divórcio foi realizado no condado de Suffolk, em Nova York, e não há acordo pré-nupcial, disse o The New York Post citando uma fonte anônima.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Os Paulson têm um rancho em Aspen e uma propriedade nos Hamptons comprada por US$ 41 milhões em 2008, de acordo com a Bloomberg. John Paulson também investiu bilhões de dólares em resorts de luxo em Porto Rico, o Condado Vanderbilt Hotel e o St. Regis Bahia Beach Resort, de acordo com a Forbes.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O divórcio de John Paulson e Jenny Paulson segue a separação do bilionário fundador da Microsoft, Bill Gates, e sua ex-mulher, Melinda French Gates; Jeff Bezos, fundador da Amazon e o homem mais rico da América, e Mackenzie Scott. John Paulson disse no ano passado que converterá seu fundo de hedge em um family office. Ele foi classificado como o 177º homem mais rico dos Estados Unidos em 2020, de acordo com a lista 400 da Forbes.

Cerca de metade dos bilionários norte-americanos se separaram, o que coloca a taxa de divórcio semelhante à média dos estadunidenses, descobriu a Forbes após examinar os relacionamentos das 50 pessoas mais ricas dos Estados Unidos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: