Preço do Petróleo atinge máxima de quase 3 anos com oferta apertada

A alta foi ligeiramente amortecida pela primeira venda pública de reservas estatais de petróleo da China.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Nick Oxford/Reuters
Nick Oxford/Reuters

Os contratos futuros do Brent avançaram US$ 0,84

Acessibilidade


Hoje (24), os preços do petróleo subiram pela terceira semana consecutiva para uma máxima de quase três anos, uma vez que as interrupções na produção global forçaram as empresas de energia a retirarem grandes quantidades de petróleo dos estoques.

A forte alta foi ligeiramente amortecida pela primeira venda pública de reservas estatais de petróleo da China.

LEIA TAMBÉM: JPMorgan enfrenta investigação de propina no setor de petróleo no Brasil

Os contratos futuros do Brent avançaram US$ 0,84, ou 1,1%, para fechar em US$ 78,09 o barril, enquanto o petróleo dos EUA avançou US$ 0,68, ou 0,9%, para fechar em US$ 73,98.

Esse foi o maior fechamento para o Brent desde outubro de 2018 e para o WTI desde julho de 2021 , ambos pelo segundo dia consecutivo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Além disso, esta foi a terceira semana de ganhos para o Brent e a quinta para o WTI, principalmente devido às interrupções de produção na Costa do Golfo dos EUA diante do furacão Ida no final de agosto.

“Como os preços do petróleo estão prestes a fechar mais uma semana de ganhos, o mercado está avaliando um impacto prolongado de interrupções no fornecimento e os prováveis cortes de armazenamento que serão necessários para atender à demanda das refinarias”, disse Louise Dickson, analista sênior de mercados de petróleo da Rystad Energy. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: