Robinhood começará a testar carteiras de criptomoedas e planeja lançamento para 2022

A Robinhood afirmou que vai cobrar 0% de comissão nos negócios com criptomoedas assim que as carteiras forem lançadas

Redação
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Logo da Robinhood

Acessibilidade


A Robinhood Markets afirmou hoje (22) que planeja iniciar testes com carteiras de criptomoedas a partir do próximo mês, tendo como expectativa um lançamento mais amplo no início de 2022.

A corretora permite a compra, venda, e manutenção de certas moedas digitais, como bitcoin e dogecoin, e no último trimestre viu as transações com criptomoedas superar as transações com ações pela primeira vez.

LEIA MAIS: Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Clientes da Robinhood têm há tempos pedido para a empresa montar carteiras de criptomoedas, que permitiria a eles participarem mais amplamente de ecossistemas blockchain, como a compra de ativos digitais como NFTs (tokens não-fungíveis) na rede Ethereum.

“Este é o próximo passo natural para nós quando pensamos em democratizar as finanças para todos”, disse Aparna Chennapragada, vice-presidente de produto da Robinhood.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A companhia planeja fazer uma pesquisa com seus atuais clientes que negociam criptomoedas, que formam cerca de 60% da base de 21,3 milhões de usuários ativos do aplicativo, e selecionar um pequeno grupo para começar a testar as novas carteiras e ter comentários sobre elas, disse Chennapragada.

A Robinhood afirmou que vai cobrar 0% de comissão nos negócios com criptomoedas assim que as carteiras forem lançadas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: