Banco Inter propõe reorganização societária para negociar ações nos EUA e lançar BDRs na B3

Acionistas brasileiros terão BDRs com direito a um voto por papel .

Artur Nicoceli
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Às, 12h28, horário de Brasília, os papéis do Banco Inter (BIDI11 e BIDI4) subiam 5,66% e 5,48%, a R$ 43,90 e R$ 14,82, respectivamente

Acessibilidade


O Banco Inter informou na manhã de hoje (7) que contratou Bank of America, Bradesco BBI, J.P. Morgan e Itaú BBA como assessores financeiros para auxiliar na reorganização societária da instituição. A intenção é migrar a base acionária para a Inter Platform, sociedade que resultará na listagem das ações da companhia nos Estados Unidos e, assim, negociar BDRs (brazilian depositary receipts) na B3.

Às, 12h28, horário de Brasília, os papéis do Banco Inter (BIDI11 e BIDI4) subiam 5,66% e 5,48%, a R$ 43,90 e R$ 14,82, respectivamente.

Em fato relevante, o Inter afirmou que os estudos da reorganização foram concluídos e aprovados por unanimidade pelos membros do conselho de administração. A nova estrutura propõe a incorporação de todos os 2,57 bilhões de papéis do banco por sua controladora direta, a Inter Holding Financeira. O processo será deliberado em assembleia geral extraordinária a ser convocada em breve.

A estrutura de capital de Inter Platform, após a implementação da reorganização, terá duas classes: Class A Shares, que conferirão o direito de um voto por ação; e Class B Shares, a dez votos por papel. Os BDRs serão lastreados em Class A.

O pedido de registro de BDRs está em análise final na CVM (Comissão de Valores Mobiliários). O Inter informou que divulgará “oportunamente” as informações a respeito do processo a ser seguido para os acionistas que não quiserem deter os recibos de ações.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: