Braço financeiro da Volkswagen faz joint-venture com gestora de frotas LM

A combinação de negócios tem como foco o mercado empresarial.

Redação
Compartilhe esta publicação:
SOPA Images/Getty Images
SOPA Images/Getty Images

A Volkswagen Financial Services terá 60% de participação e a LM o restante

Acessibilidade


A Volkswagen Financial Services anunciou hoje (8) a formação de uma joint-venture com a LM Frotas, uma das maiores companhias especializadas em terceirização de frotas corporativas do país, ingressando num mercado até agora dominado por grupos independentes das montadoras de veículos.

A combinação de negócios das duas empresas, em que a Volkswagen Financial Services terá 60% de participação e a LM o restante, tem como foco o mercado empresarial, mas poderá se expandir para modelos de assinatura voltados a pessoas físicas, afirmou o grupo alemão em comunicado à imprensa.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Os termos financeiros do acordo não foram revelados. A LM, com sede na Bahia, afirma ter uma frota de mais de 27 mil veículos no país, atuando também no segmento de comercialização de seminovos.

“Atualmente, vemos um grande potencial de crescimento no mercado brasileiro de frotas e modelos de assinatura e entendemos que o volume total crescerá significativamente nos próximos anos”, afirmou no comunicado o presidente da Volkswagen Financial Services Brasil, Rodrigo Capuruço.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O anúncio ocorre em um momento de consolidação do setor no país, com a maior delas envolvendo a Localiza com a Unidas e que aguarda aprovação do Cade. Também acontece em um momento de forte déficit na oferta de veículos no mercado interno e aumento nos preços dos seminovos.

Segundo a Volkswagen Financial Services, a combinação das empresas criará uma frota com 38 mil veículos divididos principalmente entre gestão de frotas e modelos de carros por assinatura. Como comparação, a Localiza encerrou o primeiro semestre com 61,8 mil veículos em gestão de frotas. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: