Déficit comercial dos EUA cresce 9,2% em setembro

As exportações de bens no país caíram 4,7%, enquanto as importações aumentaram 0,5%.

Redação
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Mike Blake
REUTERS/Mike Blake

As exportações de bens no país caíram 4,7%, enquanto as importações aumentaram 0,5%

Acessibilidade


O déficit comercial de bens dos Estados Unidos aumentou em setembro, enquanto as exportações caíram, sugerindo que o comércio provavelmente pesou novamente sobre o crescimento econômico no terceiro trimestre.

O déficit comercial de bens aumentou 9,2%, para US$ 96,3 bilhões, informou o Departamento do Comércio hoje (27). As exportações de bens caíram 4,7%, enquanto as importações aumentaram 0,5%.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O relatório, publicado antes dos dados do PIB (Produto Interno Bruto) do terceiro trimestre, também mostrou que os estoques no atacado aumentaram 1,1% no mês passado.

Os estoques varejistas caíram 0,2%, puxados por uma queda de 2,4% nos estoques nas concessionárias, reflexo de uma escassez global de chips que está limitando a produção de veículos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os estoques no varejo excluindo automóveis, que entram no cálculo do PIB, aumentaram 0,6%.

De acordo com pesquisa da Reuters com economistas, a economia dos EUA deve ter crescido a uma taxa anualizada de 2,7% no terceiro trimestre, uma desaceleração em relação aos 6,7% registrados no segundo trimestre. (com Reuters)

Compartilhe esta publicação: