Fortuna de Elon Musk vai a R$ 1,39 trilhão após Tesla receber maior encomenda de veículos elétricos do mundo

A montadora agora tem um valor de mercado de mais de US$ 1 trilhão.

Jonathan Ponciano
Compartilhe esta publicação:
Picture Alliance/Getty Images
Picture Alliance/Getty Images

Locadora Hertz encomendou 100 mil veículos Tesla para serem entregues antes do final do ano que vem

Acessibilidade


As ações da Tesla dispararam hoje (25), superando suas máximas históricas, depois que a Hertz anunciou que fez a maior encomenda de veículos elétricos de todos os tempos. A empresa adquiriu cem mil carros da Tesla em uma tentativa de reverter o negócio de aluguel de automóveis que vem passando por dificuldades.

As ações da Tesla subiram mais de 9% na segunda-feira, para US$ 998, pouco antes das 14h do horário de Brasília. Com isso, o papel ultrapassou o recorde anterior de US$ 909,68 de sexta-feira (22) e impulsionou o valor de mercado da montadora para pouco mais de US$ 1 trilhão.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A alta da cotação começou no pré-mercado, imediatamente após a Bloomberg informar que a Hertz encomendou os cem mil veículos Tesla para serem entregues antes do final do ano que vem. A empresa tem como objetivo a eletrificação da frota de aluguel de carros.

Em uma nota na manhã de hoje, o analista da Wedbush Dan Ives disse que a encomenda marca não apenas a maior encomenda da Tesla até agora, mas também a maior encomenda de veículo elétrico já feita, devido ao valor de US$ 4,2 bilhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em um comunicado, a Hertz disse que os clientes poderão alugar o Tesla Model 3s a partir do início de novembro. E ressaltou também que o pedido ajudará os veículos elétricos a compor mais de 20% da frota global da empresa.

As ações da Hertz, que são negociadas no mercado de balcão e não mais listadas nas principais bolsas, ficaram praticamente estáveis ​​depois de caírem 3% na sexta-feira.

“Enquanto a Hertz está nos estágios iniciais de eletrificação da frota de carros de aluguel, a Tesla receber uma encomenda dessa magnitude destaca a adoção mais ampla de veículos elétricos que está ocorrendo como parte desta onda verde que está atingindo os EUA”, disse Ives, da Wedbush. Ele considera a Tesla uma líder absoluta em um campo crescente de fabricantes que incluem as montadoras tradicionais GM e Ford, bem como as novas empresas Lucid Motors e Faraday Future.

O impulso promovido pela Hertz ajudou a tornar a Tesla mais valiosa do que o gigante da mídia social Facebook, que vale cerca de US$ 918 bilhões na segunda-feira. Nos Estados Unidos, apenas Apple, Microsoft, Amazon e Alphabet, pai do Google, valem mais do que a Tesla.

A fortuna do CEO da Tesla, Elon Musk, cresceu espantosos US$ 18,7 bilhões na segunda-feira de manhã, enquanto as ações da empresa dispararam. A pessoa mais rica do mundo, Musk vale agora tem uma fortuna de US$ 248 bilhões, de acordo com a Forbes.

A Hertz entrou com pedido de concordata, Capítulo 11, em maio passado, quando a pandemia Covid-19 deu um grande golpe na demanda da indústria do lazer. A empresa saiu da falência em junho passado, depois de se livrar de mais de US$ 5 bilhões em dívidas, em parte devido è entrada de um novo grupo de investidores.

Em um comunicado hoje, Fields elogiou “o novo Hertz” enquanto provocava o compromisso da empresa de aumentar sua frota de veículos elétricos como parte de seus esforços de reestruturação. O pedido representa cerca de 20% dos quase 500 mil veículos que a Tesla vendeu no ano passado.

Compartilhe esta publicação: