Risco fiscal e queda de ações de Petrobras e Vale levam Ibovespa ao menor patamar de 2021

Índice acumula perda de 6,6% em outubro, pior mês de 2021; desde o início do ano, Ibovespa já caiu 13,03%.

Diana Lott
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou hoje (29) em queda de 2,09%, a 103.500 pontos, o menor patamar de 2021, sob o impacto da desvalorização dos papéis da Petrobras (PETR3 e PETR4) e da Vale (VALE3), que juntas correspondem a mais de 23% da carteira teórica do índice brasileiro. A Bolsa registrou a quarta queda mensal consecutiva, acumulando perda de 2,5% na semana e de 6,6% em outubro. Desde o início do ano, o Ibovespa já caiu 13,03%.

A Petrobras (PETR3 e PETR4) fechou em queda de 6,49% e 5,90%, respectivamente, mesmo após divulgar lucro de R$ 31,14 bilhões, contra expectativas de R$ 20 bilhões, e redução de endividamento. Declarações do presidente da República, Jair Bolsonaro, feitas na noite de ontem (28), afetaram o desempenho do papel. O mandatário afirmou que a petrolífera “tem que ser uma empresa que dê um lucro não muito alto como tem dado” e que o governo busca formas de alterar a política de preços dos combustíveis praticada pela companhia. “O mercado precificou o aumento da probabilidade de alguma intervenção na empresa, por isso vemos esse movimento de venda e de saída do papel”, diz Romero Oliveira, head de renda variável da Valor Investimentos.

Já a Vale (VALE3) registrou perda de 2,84% após relatar lucro menor no terceiro trimestre. A empresa sofreu com a queda dos preços do minério de ferro e problemas na demanda chinesa, país que é o principal mercado da siderúrgica.

Ao longo da semana, pesou sobre o Ibovespa os planos do governo de contornar o teto de gastos para ampliar programas sociais. Na tarde desta sexta, o novo secretário especial do Tesouro e Orçamento, Esteves Colnago, afirmou que, sem a aprovação da PEC (proposta de emenda constitucional) dos Precatórios, o governo só conseguiria reajustar o valor do Bolsa Família neste ano pela inflação, chegando a um benefício de R$ 220 reais, ante R$ 190 pagos atualmente. O antecessor de Colgano, Bruno Funchal, renunciou ao cargo no fim da semana passada, após o Planalto divulgar os planos de driblar o teto por meio da proposta legislativa.

O dólar avançou contra o real nesta sexta-feira e fechou em alta de 0,34%, a R$ 5,6446. A moeda encerrou o mês de outubro com fortes ganhos em meio a temores persistentes dos investidores sobre a situação fiscal do país. Na semana, a divisa norte-americana teve alta de 0,31%; no mês, a valorização acumulada foi de 3,53%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O mercado acionário dos Estados Unidos superou as quedas do início da sessão e fechou o último dia de negociação do mês com ganhos modestos, conforme uma alta dos papéis da Microsoft ajudou a compensar quedas na Amazon e na Apple, após as duas empresas reportarem lucros trimestrais decepcionantes.

O Dow Jones teve alta de 0,25%, a 35.819 pontos; o S&P 500 avançou 0,19%, a 4.605 pontos; e o Nasdaq subiu 0,33%, a 15.498 pontos.

As ações da Microsoft atingiram um recorde histórico e se aproximaram de uma capitalização de mercado de 2,5 trilhões de dólares, superando a capitalização de mercado da Apple, de cerca de 2,46 trilhões de dólares. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: