Secretários Funchal e Jeferson Bittencourt pedem exoneração a Guedes

Segundo a pasta, a decisão de ambos foi "de ordem pessoal"

Redação
Compartilhe esta publicação:
Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

Ministro da Economia, Paulo Guedes, fala em cerimônia no Palácio do Planalto em Brasília

Acessibilidade


O secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, pediram exoneração de seus cargos ao ministro da Economia, Paulo Guedes, informou a assessoria de imprensa do Ministério da Economia hoje (21).

Segundo a pasta, a decisão de ambos foi “de ordem pessoal”. A saída dos secretários ocorre em meio à sinalização oficial do governo de que irá pagar um auxílio temporário no ano que vem às famílias atendidas pelo Bolsa Família, com o benefício total recebido ficando no mínimo em R$ 400.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Para operacionalizar o desejo do presidente Jair Bolsonaro, Guedes indicou na véspera que seria necessário pedir uma licença para gastar cerca de R$ 30 bilhões fora do teto de gastos ou então promover uma antecipação na revisão da própria regra do teto, que é considerada hoje a única âncora fiscal do país. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: