Americanas, Yduqs e Tim: veja essas e outras ações que movimentam o mercado hoje

Queda no preço do minério de ferro e negociações corporativas estão mexendo com o mercado nesta quarta-feira (3).

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:
Witthaya Prasongsin/Getty Images
Witthaya Prasongsin/Getty Images

Confira as ações com maiores altas e quedas de hoje

Acessibilidade


O Ibovespa opera no azul na tarde desta quarta-feira (3), contando com altas de até 12,75%, da Lojas Americanas (LAME4), por volta das 13h30.

Na esteira do maior avanço do dia, temos Yduqs (YDUQ3) avançando 8,49%, Tim (TIMP3) subindo 7,77% e Petz (PETZ3) com ganhos de 7,66% e Locaweb (LWSA3) com alta de 7,57%, formando o grupo das ações com maiores altas até o momento.

Alguns fatores explicam essa alavancagem dos papéis. A Lojas Americanas, por exemplo, anunciou que as negociações para a fusão com a Americanas, antiga B2W, estão progredindo. Em comunicado, a empresa também afirmou que seus controladores serão diluídos e contarão com uma participação de 29,2% na nova empresa resultante da integração.

A administração de Lojas Americanas também acrescentou que permanece a possibilidade de uma reorganização para migrar sua base acionária para uma nova sociedade, com sede no exterior, cujas ações seriam listadas nos Estados Unidos.

A Tim também se valoriza, após a aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), divulgada na manhã desta quarta, para a compra da Oi Móvel, que será compartilhada com a Vivo e com a Claro.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Além do top cinco das principais altas do dia, algumas empresas se destacam, como a Alpargatas (ALPA4), que sobe 5,37% após o anúncio da venda de uma de suas marcas, a Osklen, para o Grupo Dass, por aproximadamente R$ 400 milhões.

Do lado negativo, a Vale (VALE3) é a ação com maior queda no pregão nesta tarde, caindo cerca de 6,53%, pressionada pela queda das commodities em um dia mais negativo para o segmento em geral. Os contratos futuros do minério de ferro em Dalian estão em queda de 1,1%.

Para Lucas Cintra, especialista da Valor Investimentos, a queda de hoje é facilmente explicada pelo recuo do preço do minério de ferro. “As cotações vêm caindo muito forte desde o final do mês passado. Por conta do feriado de ontem (2), hoje, na verdade, vemos as quedas de dois dias, o que deixa a baixa ainda mais acentuada”, afirma ele.

Compartilhe esta publicação: