Azul diz ter interesse em totalidade da Latam Airlines

“Compraríamos todo o ativo", afirmou em entrevista o presidente da companhia aérea brasileira John Rodgerson.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Divulgação
Divulgação

Fundador e presidente da Azul, John Rodgerson acredita “que o grupo [Latam Airlines] tem muito valor”

Acessibilidade


A companhia aérea brasileira Azul tem interesse em comprar a totalidade da chilena Latam Airlines Group, e está pronta para fazer uma oferta caso os credores não cheguem a acordo sobre um plano de reestruturação, disse o presidente da Azul, John Rodgerson, ao jornal chileno Diario Financiero ontem (1).

“Nós sabemos exatamente o que vamos oferecer”, afirmou Rodgerson na entrevista, acrescentando que a Azul provavelmente terá que esperar até 23 de novembro, quando o limite estatutário para alcançar um plano de reestruturação se esgota.

LEIA TAMBÉM: Alpargatas venderá Osklen para Grupo Dass, com marca avaliada em R$ 400 milhões

A Reuters informou anteriormente que a Azul estava interessada apenas em comprar as operações brasileiras da Latam, mas em entrevista ao Diario Financiero, Rodgerson disse que o plano é comprar e manter a empresa inteira.

“Compraríamos todo o ativo. Acredito que o grupo tem muito valor e não estamos pensando em cindir ou vender divisões”, declarou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Rodgerson disse que, se a Latam conseguir chegar a uma reestruturação, a Azul não poderá fazer sua oferta, mas que tudo indica que tal acordo não será alcançado.

Representantes da Latam não responderam imediatamente aos e-mails solicitando comentários. No passado, a companhia aérea disse que não tinha intenção de vender nenhuma de suas partes. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: