Ibovespa sobe na abertura de olho nas discussões sobre a PEC dos Precatórios

Dólar sobe com possibilidade de aumento nos juros dos EUA.

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa opera em alta de 0,91% na abertura do pregão de hoje (23), a 113.055 pontos perto das 10h10, horário de Brasília. O mercado doméstico continua à espera de definições sobre a PEC (proposta de emenda constitucional) dos Precatórios. No cenário internacional, o possível aumento de juros nos EUA e novas restrições contra o coronavírus reduzem o apetite por risco.

Por volta das 10h10, o dólar avançava 0,65% ante o real e era negociado a R$ 5,6296.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Após o aumento das projeções do IPCA do Relatório Focus do Banco Central ontem (22), o clima segue pesado para os investidores. Ontem, o Ibovespa renovou sua pior pontuação de fechamento no ano após passar a maior parte do dia no azul.

Em Brasília, a atenção está voltada para a apresentação na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do texto do relator da PEC dos Precatórios, senador Fernando Bezerra. A etapa precede o encaminhamento do projeto ao plenário da Casa, onde será votado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria ontem para determinar que o governo fixe um valor e inicie o pagamento da renda básica de cidadania a partir de 2022. A decisão poderá, por um lado, ter impacto aos cofres públicos, agravando o cenário fiscal, mas ao mesmo permite o pagamento do benefício em um ano eleitoral. Dessa forma, o Tribunal abriu caminho para que o Planalto amplie o Auxílio Brasil em 2022.

Mercados internacionais

Nos Estados Unidos, o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, foi reconduzido ao cargo pelo presidente Joe Biden. O anúncio dá início a um processo de aprovação no Senado dos Estados Unidos que pode terminar no mês que vem ou se estender até o início de 2022.

Na visão dos economistas, a escolha de Powell reforça a perspectiva de que a taxa de juros dos EUA deve subir no ano que vem. Essa percepção aumenta o rendimento dos títulos do Tesouro, tirando investidores da Bolsa e afetando negativamente os índices.

Na Ásia, as ações de Xangai fecharam em alta de 0,20% nesta terça-feira com os investidores demonstrando maior apetite por risco diante da perspectiva de a China reduzir os custos de financiamento corporativo e ajudar pequenas empresas. O setor imobiliário, que vinha registrando quedas, se recuperou de parte das perdas após os bancos serem instruídos a liberar mais empréstimos para projetos.

O banco central vai aprofundar as reformas da taxa de juros e melhorar a transmissão para reduzir ainda mais os custos de financiamento, disse Zou Lan, chefe de mercados financeiros do banco central chinês. As declarações vieram um dia depois de o primeiro-ministro, Li Keqiang, dizer que as autoridades precisam evitar uma abordagem padronizada para ajudar o crescimento econômico.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, fechou em baixa de 1,20%; o BSE Sensex, de Mumbai, fechou o dia em alta de 0,34%; e, no Japão, o índice Nikkei avançou 0,09%.

Na Europa, o crescimento empresarial acelerou inesperadamente neste mês, uma vez que os consumidores minimizaram os impactos da nova onda de infecções por coronavírus e novas restrições, enquanto as pressões de preços aumentaram de novo, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI).

Assim, o PMI Composto preliminar da IHS Markit saltou a 55,8 em novembro de 54,2 em outubro.

“Uma expansão mais forte da atividade empresarial em novembro desafiou as expectativas de economistas de desaceleração, mas não deve impedir que a zona do euro sofra com crescimento mais lento no quarto trimestre, especialmente porque o aumento de casos de vírus deve provocar novos problemas à economia em dezembro”, disse Chris Williamson, economista-chefe da IHS Markit.

Por lá, as bolsas operam em queda. O Stoxx 600 perdia 0,73%; na Alemanha, o DAX cai 0,55%; o CAC 40 em baixa de 0,16% na França; na Itália, o FTSE MIB cai 0,77%; enquanto o FTSE 100 tem valorização de 0,07% no Reino Unido.

Commodities

Os contratos futuros do minério de ferro na China subiram nesta terça-feira, atingindo seu limite diário de 10% na sessão da manhã. Os preços foram impulsionados pela expectativa de retomada da produção pelas siderúrgicas após controles rigorosos nos últimos meses

“O lado da oferta de minério de ferro não mudou muito recentemente, mas mais usinas estão planejando aumentar a produção no mês que vem”, disse um trader de Pequim à Reuters.

Os contratos futuros do minério mais negociados na Bolsa de Commodities de Dalian, para entrega em janeiro, subiram até 9,9% na sessão da manhã, o maior ganho percentual desde 30 de setembro, e fecharam em alta de 7,8%, a 587 iuanes (US$ 91,96) por tonelada.

Os preços spot do minério de ferro com 62% de teor de ferro para entrega na China subiram mais US$ 2, para US$ 97,5 a tonelada na terça-feira, de acordo com a consultoria SteelHome.

Compartilhe esta publicação: