Lojas Renner reverte prejuízo e tem lucro de R$ 172 milhões no 3º trimestre

A receita líquida das vendas de mercadorias cresceu 43,5%, para R$2,37 bilhões, enquanto as vendas mesmas lojas tiveram aumento de 39,5%.

redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A Lojas Renner divulgou ontem lucro líquido de R$172 milhões no terceiro trimestre, ante prejuízo de R$82,9 milhões um ano antes, com forte crescimento de receita e alta nas margens.

A receita líquida das vendas de mercadorias cresceu 43,5%, para R$2,37 bilhões, enquanto as vendas mesmas lojas tiveram aumento de 39,5%. A vendas digitais (GMV consolidado) subiram 8,2%, para R$377,4 milhões.

As despesas operacionais (vendas, gerais e administrativas) cresceram 32,5%, mas em relação à receita caíram para 36,6%, de 39,6% um ano antes.

O resultado operacional medido pelo Ebitda da operação de varejo ajustado somou R$203,7 milhões, de 12,9 milhões de reais no mesmo período de 2020, com a margem nessa métrica saltando de 0,8% para 8,6%.

O Ebitda total ajustado, que contempla os serviços financeiros, mas exclui os arrendamentos, alcançou R$438,5 milhões, alta de 402%, com a margem nessa medida subindo 13,2 pontos percentuais, para 18,5%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

No material de divulgação do balanço, a Lojas Renner disse que segue observando a tendência robusta de vendas dos últimos meses. “Estamos organizados para uma Black Friday totalmente omni e nossos estoques estão bem compostos para o Natal.”

(Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: