Receita do Airbnb cresce com reabertura de países a viajantes vacinados

No terceiro trimestre, as reservas brutas aumentaram 48,8%, para US$ 11,9 bilhões.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A receita trimestral da Airbnb superou as expectativas de Wall Street, conforme dados divulgados ontem (4), com a plataforma avaliando que a recuperação nas viagens globais em meio ao aumento das taxas de vacinação nos últimos três meses do ano impulsionará o crescimento em 2022.

“Estamos vendo uma recuperação nas viagens de longa distância e transfronteiriças este ano, enquanto as viagens domésticas e de curta distância continuam a ser mais populares do que os níveis de 2019”, disse em um comunicado.

LEIA TAMBÉM: Uber tem 1º lucro operacional depois de mais de uma década de operação

A retomada foi dominada pela América do Norte e Europa – regiões com diárias médias mais altas.

No terceiro trimestre, as reservas brutas aumentaram 48,8%, para US$ 11,9 bilhões, mas ainda abaixo das expectativas do mercado de 12,23 bilhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A receita cresceu 66,7%, para US$ 2,24 bilhões e superou as estimativas de US$ 2,05 bilhões. O lucro líquido aumentou quase quatro vezes, para US$ 833,9 milhões, em relação ao ano anterior.

A Airbnb estimou receita para o quarto trimestre entre US$ 1,39 bilhão e US$ 1,48 bilhão. Os analistas estimam em média US$ 1,44 bilhão, de acordo com dados do Refinitiv (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: