Tesouro dos EUA vai reduzir emissões de Treasuries nos próximos 3 meses

Maiores cortes ocorrerão nos vencimentos de sete e 20 anos.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Yves Herman/Reuters
Yves Herman/Reuters

O Tesouro dos EUA afirma que os leilões de Treasuries de sete e 20 anos terão reduções relativamente maiores

Acessibilidade


O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos disse hoje (3) que cortará sua emissão de cupons nos próximos três meses, com os maiores cortes ocorrendo nos vencimentos de sete e 20 anos.

O Tesouro disse que está cortando a emissão porque os tamanhos atuais dos leilões resultariam em empréstimos excessivos no médio prazo. O governo norte-americano aumentou o tamanho dos leilões em 2020 para pagar pelos gastos relacionados à Covid-19.

LEIA TAMBÉM: Criação de vagas no setor privado dos EUA cresce com força em outubro

Os leilões de Treasuries de sete e 20 anos terão reduções relativamente maiores, e o Tesouro disse que isso se deve ao “desejo do Tesouro de equilibrar melhor a oferta estrutural e a demanda nesses prazos”.

“Esses prazos aumentaram significativamente mais do que outros em resposta ao aumento das necessidades de empréstimos impulsionadas pela pandemia de Covid-19. A redução da oferta nesses prazos também tem sido um foco de feedback de uma variedade de participantes do mercado”, disse o Tesouro em comunicado.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Tesouro informou que espera reduzir o tamanho dos leilões de títulos de dois, três e cinco anos em 2 bilhões de dólares cada por mês ao longo dos próximos três meses, enquanto os leilões de sete anos serão reduzidos em 3 bilhões de dólares por mês no mesmo período.

Os leilões de 20 anos serão cortados em 4 bilhões de dólares. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: