Ibovespa e Wall Street caem com políticas monetárias no radar

Investidores seguem na expectativa sobre a tramitação dos trechos não promulgados da PEC dos Precatórios.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Getty Images

Acessibilidade


O Ibovespa opera em queda de 0,35%, a 107.008 pontos, às 14h32 de hoje (14), após a divulgação da ata da última reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central. O documento revelou que a autoridade monetária fez comparações entre cenários envolvendo ritmos de ajuste mais fortes, e quadros em que a taxa de juros permanece elevada por período mais longo.

“A volatilidade vai ser o motor no mercado nesta semana e as decisões de política monetária estão no centro de tudo”, diz João Leal, economista da Rio Bravo.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Investidores seguem na expectativa sobre a tramitação dos trechos não promulgados da PEC dos Precatórios, em meio a notícias de divergências de deputados em relação ao texto aprovado por senadores.

A atividade do setor de serviços corroborou sinais de fraqueza na economia, registrando queda de 1,2% em outubro sobre setembro, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), ante projeção de alta de 0,1%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em Wall Street, os índices também operam em queda, enquanto os investidores repercutem os preços ao produtor norte-americano, que subiram 9,6% nos 12 meses até novembro, maior ganho desde novembro de 2010.

Às 14h32, o Dow Jones subia 0,39% a 35.510 pontos; o S&P 500 avançava 1,18% a 4.612 pontos; e o Nasdaq ganhava 1,94% a 15.113 pontos.

No radar do mercado também está a reunião do Federal Reserve, banco central dos EUA, que se encerra amanhã (15). Investidores acreditam que a autoridade monetária sinalizará uma redução mais rápida das compras de ativos e, portanto, um início antecipado dos aumentos das taxas de juros para conter a rápida elevação dos preços.

Às 14h32 de Brasília, o dólar era negociado em queda de 0,08%, a R$ 5,6668 na venda, em reação à divulgação da ata do Copom. Investidores também atribuem parte dessa desvalorização a movimento de realização de lucros, após a moeda norte-americana subir 2,5% no acumulado das últimas três sessões. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: