Ibovespa encerra o dia em queda com baixo volume de negociação

A próxima notícia que deve mexer com o mercado brasileiro é o IPCA-15, que será divulgado amanhã.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou hoje (22) em queda de 0,24%, a 105.243 pontos, em dia de baixo volume financeiro. As ações de maior peso no índice, Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3 e PETR4), recuaram 0,52%, 0,40% e 0,14%, respectivamente, na esteira da queda das commodities no exterior, diante de preocupações com as restrições ligadas à Covid-19.

As infecções causadas pela variante Ômicron estão se multiplicando rapidamente na Europa, nos Estados Unidos e na Ásia. Por outro lado, cientistas do NICD (National Institute of Communicable Diseases) dizem que o epicentro da variante na África do Sul já deixou o pico de infecções para trás.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A próxima notícia que deve mexer com o mercado brasileiro é o IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), que será divulgado amanhã (21) de manhã.

“A expectativa do mercado é de uma alta de 0,80% na passagem de novembro para dezembro, encerrando o ano em 10,45%. Justamente esse dado do acumulado de 2021 que é aguardado pelos investidores, tendo em vista que o IPCA-15 é uma prévia da inflação oficial. Um resultado abaixo do esperado irá aprofundar a queda dos juros futuros na semana”, comenta Rafael Ribeiro, analista de investimentos da Clear Corretora.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os destaques positivos da sessão incluem os papéis da Getnet (GETT11), Banco Pan (BPAN4) e Méliuz (CASH3), que registraram avanços de 23,40%, 7,97% e 6,77%, respectivamente. O avanço da Getnet surgiu após a empresa anunciar JCP (juros sobre capital próprio) de R$ 298 milhões.

Em Wall Street, os índices encerraram o dia em alta. O Dow Jones subiu 0,74%, a 35.753 pontos; o S&P 500 avançou 1,02%, a 4.696 pontos; e o Nasdaq ganhou 1,18%, a 15.521 pontos.

A confiança do consumidor dos Estados Unidos melhorou mais do que o esperado em dezembro. Isso sugere que a economia continuará a se expandir em 2022, apesar do ressurgimento das infecções por Covid-19 e da redução dos estímulos pelo Federal Reserve, o banco central norte-americano.

Já a leitura final dos dados do PIB (Produto Interno Bruto) norte-americano mostrou que o crescimento econômico desacelerou com força no terceiro trimestre devido ao aumento nas infecções por Covid-19. Desde então, porém, a atividade acelerou, colocando a economia no caminho de registrar este ano o melhor desempenho desde 1984.

As ações da Tesla (TSLA) saltaram 7,49%, depois que o CEO da companhia, Elon Musk, afirmou em uma entrevista que já vendeu papéis “o bastante” nas últimas semanas.

O dólar fechou em queda de 1,26%, negociado a R$ 5,6665 na venda. Essa foi a maior queda percentual diária em duas semanas, favorecida pelo clima mais ameno no exterior. A moeda brasileira dividiu com o peso chileno o posto de divisa com melhor desempenho nesta sessão. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: