Ibovespa registra ganhos com Méliuz e dados de produção industrial

A empresa de cashback Méliuz, que subia 16,86% às 14h24 de Brasília, é a principal contribuição positiva da sessão.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

NurPhoto/Getty Images

Acessibilidade


O Ibovespa opera em alta de 0,89%, a 105.397 pontos, às 14h24 de hoje (3), à medida que investidores digerem dados do mercado de trabalho nos Estados Unidos e indicador de produção industrial no Brasil.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a produção da indústria brasileira registrou recuo de 0,6% em outubro na comparação com setembro, acumulando perdas de 3,7% em cinco meses. Segundo Luiz Roberto Monteiro, operador da mesa institucional da corretora Renascença, o resultado reduz as chances de aumentos mais altos da Selic e apoia o desempenho positivo da Bolsa.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A empresa de cashback Méliuz, que subia 16,86% às 14h24 de Brasília, é a principal contribuição positiva da sessão, após registrar GMV (volume bruto de mercadoria) recorde para novembro, de R$ 932 milhões – crescimento de 87% ante o mesmo período de 2020.

Em Wall Street, os índices operam em queda com pressão dos papéis de tecnologia, que caem em um movimento de ajuste à supervalorização do setor dos últimos pregões. Apple (AAPL), Amazon (AMZN), Alphabet (GOOGL) e Microsoft (MSFT) registram recuos entre 1,33% e 2,62%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Às 14h24, o Dow Jones recuava 0,37%, a 34.513 pontos; o S&P 500 tinha baixa de 1,10%, a 4.527 pontos; e o Nasdaq cedia 2,34%, a 15.021 pontos.

Mais cedo, foram divulgados dados do mercado de trabalho dos Estados Unidos que ficaram abaixo do esperado. Foram criadas 210 mil novas vagas de trabalho, contra expectativa de economistas de resultado entre 306 mil e 800 mil. Por outro lado, os dados reforçam a leitura de que o aperto da política monetária do Federal Reserve, banco central norte-americano, não ocorra tão rapidamente.

Às 14h24 de Brasília, o dólar era negociado em alta de 0,37%, a R$ 5,6796 na venda, ainda com incertezas sobre os próximos passos do Fed. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: