Petrobras conclui venda de Polo Remanso, Americanas e mais seis empresas anunciam JCP; veja os destaques do Forbes Radar

Últimas notícias sobre: Unidas, Multiplan, Movida, Hapvida, Tupy, Sinqia, MRV, CCR, Vivara, Oncoclínicas e Moura Dubeux. .

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (23), a Petrobras e a PetroRecôncavo anunciaram o fim das negociações de venda dos doze campos terrestres do Polo Remanso, na Bahia.

Americanas, Multiplan, Unidas, Movida, Hapvida e Tupy anunciam pagamento de juros sobre capital próprio (JCP) para o início de 2022.

Confira os destaques:

Petrobras (PETR3/PETR4)

A Petrobras finalizou a operação de venda de toda sua participação nos doze campos terrestres do Polo Remanso, na Bahia, para a Petrorecôncavo, disse a estatal em fato relevante divulgado ontem.

Segundo a companhia, a operação foi concluída com o pagamento, pela Petrorecôncavo, de US$ 7,3 milhões, já com ajustes previstos em contrato. O valor se soma aos US$ 4 milhões pagos na assinatura do contrato de venda.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Petrobras ainda receberá US$ 5 milhões um ano após o fechamento da operação, valor a ser corrigido com base nas condições contratuais.

Americanas (AMER3)

A Americanas pagará R$ 550,6 milhões em juros sobre capital próprio, valor que corresponde a R$ 0,61303854 por papel. A empresa irá considerar para o pagamento os acionistas com posição em 31 de janeiro de 2022.

Ao mesmo tempo, a companhia anunciou o aumento de capital de no mínimo R$ 138,6 milhões e no máximo R$ 468 milhões, com base na emissão de até 19.723.581 ações, no valor de R$ 23,73.

Multiplan (MULT3)

A Multiplan irá distribuir R$ 295 milhões em juros sobre capital próprio aos seus acionistas. De acordo com o documento enviado ao mercado, o valor corresponde a R$ 0,49890007416 por papel.

O pagamento será realizado até 30 de dezembro de 2022, aos acionistas com posição na companhia em 28 de dezembro de 2021.

Unidas (LCAM3)

A Unidas aprovou o pagamento de juros sobre capital próprio aos seus acionistas, no valor de R$ 60,5 milhões. O montante, correspondente a R$ 0,1195080803, será pago àqueles com papéis da empresa em 27 de dezembro de 2021.

O valor será depositado em 7 de janeiro de 2022.

Movida (MOVI3)

A Movida aprovou o pagamento de R$ 45,3 milhões em juros sobre capital próprio. O valor, que corresponde a R$ 0,125375129 por papel, será depositado em 31 de janeiro de 2022, aos acionistas do dia 29 de dezembro de 2021.

Hapvida (HAPV3)

A Hapvida anunciou que irá distribuir R$ 20,7 milhões em juros sobre capital próprio, correspondentes a R$ 0,005372754 por ação, no dia 21 de janeiro de 2022.

Terão direito ao valor os acionistas na base da companhia em 27 de dezembro de 2021.

Totvs (TOTS3)

A Totvs informou que pagará o montante de R$ 79 milhões, ou R$ 0,13 por ação, na forma de juros sobre capital próprio. O valor será depositado em 20 de maio de 2022 aos investidores detentores de ações em 28 de dezembro de 2021.

Tupy (TUPY3)

A Tupy irá distribuir juros sobre capital próprio aos seus acionistas no valor de R$ 22,1 milhões, no próximo dia 27 de janeiro de 2022.

O montante corresponde a R$ 0,15373790031 por papel e será depositado aos acionistas na base em 29 de dezembro de 2021.

Oncoclínicas (ONCO3)

A Oncoclínicas adquiriu 60% de participação no centro ambulatorial Itaigara Memorial. Segundo a empresa, o pagamento pela participação e pelas novas ações será feito em dinheiro, com recursos próprios da companhia, no valor de R$ 101,1 milhões.

Nos próximos quatro anos, a empresa pode adquirir os outros 40% e ter controle total do centro ambulatorial, afirmou o documento.

Sinqia (SQIA3)

A Sinqia anunciou, na noite de ontem, a compra da desenvolvedora de aplicações para o mercado de consórcios NewCon, em uma transação de R$ 422,5 milhões.

O negócio envolve uma parcela à vista e cinco prestações anuais, informou a companhia, que foca o segmento em meio à alta dos juros do país, que torna a modalidade de consórcios mais atraente para os consumidores.

Segundo a Sinqia, a NewCon atende mais de 80 administradoras de consórcio, “incluindo as dos principais conglomerados financeiros e das montadoras de veículos, além de administradoras independentes”. A empresa adquirida tem cerca de 190 funcionários.

MRV (MRVE3)

A MRV anunciou ao mercado a venda dos empreendimentos Pine Groves e Princeton Groves, localizados na Flórida, nos EUA. De acordo com a companhia, o Valor Geral de Vendas (VGV) ficou em US$ 95 milhões, representando um Recebimento Líquido de US$ 47,4 milhões.

CCR (CCRO3)

A CCR informou, na noite de ontem, que alterou o contrato de concessão entre a sua controlada ViaOeste e o Estado de São Paulo.

De acordo com o documento, agora a ViaOeste assumirá a execução dos novos investimentos referentes ao Dispositivo do Sertanejo em Mairinque, estimados em R$ 34,4 milhões.

Vivara (VIVA3)

A Vivara informou ao mercado que concluiu o seu plano de expansão para 2021.

Assim, a empresa encerra o ano com 41 novas lojas, sendo 21 lojas Vivara e 20 lojas exclusivas para a marca Life. A Vivara também iniciou a operação de cinco novos quiosques ao longo de 2021.

No total, a empresa agora conta com 288 unidades, sendo 229 lojas Vivara, 33 lojas Life e 26 Quiosques.

Moura Dubeux (MDNE3)

A Moura Dubeux anunciou o encerramento do programa de recompra de ações. De acordo com o documento, foram adquiridas 1.690.000 ações ordinárias, equivalentes a 2,0% do seu capital social. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: