Wall Street abre em alta com notícias de eficácia de vacinas contra variante Ômicron

“Após um rali forte nos últimos dias, os preços parecem já ter incorporado as melhores notícias da cepa Ômicron", diz analista.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Matteo Colombo/Reuters

Acessibilidade


As bolsas de Nova York abriram hoje (8) em alta, após as farmacêuticas Pfizer e BioNTech anunciarem que uma série de três doses de sua vacina contra a Covid-19 demonstrou efeito neutralizante contra a variante Ômicron do vírus.

Segundo as empresas, o resultado obtido um mês após a terceira dose contra a nova cepa foi equivalente ao resultado obtido após duas doses contra o vírus original. Elas acrescentaram que, se necessário, podem entregar uma vacina para a Ômicron em março de 2022.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

As ações da Pfizer sobem 0,34%, enquanto papéis de empresas do setor de viagens se recuperam de quedas anteriores.

“Após um rali forte nos últimos dias, os preços parecem já ter incorporado as melhores notícias da cepa Ômicron, levando a um clima de menor exuberância nas bolsas e nas commodities”, diz Nicolas Borsoi, economista-chefe da Nova Futura Investimentos

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Às 12h27 de Brasília, o Dow Jones sobe 0,09% a 35.746 pontos; o S&P 500 ganha 0,12% a 4.692 pontos; e o Nasdaq registra alta de 0,13% a 15.708 pontos.

Os futuros dos índices haviam reduzido os ganhos na manhã de hoje, após notícias de que o Reino Unido poderia implementar medidas mais duras contra a Covid-19, incluindo recomendações para teletrabalho, em uma tentativa de desacelerar a disseminação da nova variante.

O dólar opera em queda de 1,06%, negociado a R$ 5,5582, com o mercado atento à reunião de política monetária do Banco Central que se encerrará hoje, e o acordo no Congresso para fatiar a PEC dos Precatórios. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: