Wall Street abre em baixa puxado por ações de tecnologia

"A tendência geral de aperto da política monetária parece ser clara", diz XP em nota.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Matteo Colombo/Reuters

Acessibilidade


As bolsas de Nova York abriram hoje (17) em queda, reagindo às decisões dos principais bancos centrais do mundo de reduzir seus estímulos da era pandêmica e aumentar taxas de juros.

“A tendência geral de aperto da política monetária parece ser clara, embora os diferentes caminhos percorridos pelos bancos centrais sublinhem as profundas incertezas sobre como a variante Ômicron, de rápida disseminação, afetará as economias”, afirmou a XP em nota hoje.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Às 12h18 de Brasília, o Dow Jones subia 1,63%, a 35.311 pontos; o S&P 500 perdia 1,35%, a 4.603 pontos; e o Nasdaq registrava baixa de 1,11%, a 15.008 pontos.

Ações de grandes empresas de tecnologia têm firme baixa, afetadas pela decisão do banco central norte-americano de também encerrar mais rapidamente os seus estímulos, o que empurra investidores para setores cíclicos do mercado. Tesla (TSLA), Apple (AAPL), Meta Platforms (FB), Amazon.com (AMAZ) e Microsoft (MSFT) caem entre 0,5% e 2,11%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O dólar opera em alta de 0,24%, negociado a R$ 5,6929. Investidores de todo o mundo reduzem exposição a risco em meio a temores sobre a variante Ômicron da Covid-19, e também reagem à série de reuniões de grandes bancos centrais que ocorreu na semana. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: