Concessionárias de veículos esperam alta de 4,6% nas vendas em 2022

Setor está otimista com a demanda, mesmo com uma crise global de abastecimento de insumos e componentes para a indústria.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
REUTERS_Roosevelt Cassio
REUTERS_Roosevelt Cassio

Em 2021 setor emplacou menos veículos do que previa, mas o momento é de reação

Acessibilidade


As vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus novos no Brasil em 2022 devem subir 4,6%, para 2,216 milhões de unidades, estimou a associação de concessionárias de veículos, Fenabrave, hoje (6).

A primeira expectativa da entidade para o setor foi feita após um 2021 em que os emplacamentos de veículos no país cresceram 2,98%, para 2,119 milhões de unidades, bem abaixo das previsões iniciais da indústria divulgadas quando a crise de fornecimento de peças e novas ondas de Covid-19 ainda não tinham atingido o setor.

LEIA TAMBÉM: 6 tendências de marketing de influência para 2022

“Ainda vivemos uma crise global, de abastecimento de insumos e componentes na indústria, e novos desafios têm surgido para o setor, como os constantes aumentos nas taxas de juros, que vêm impactando nos financiamentos”, afirmou em comunicado à imprensa o novo presidente da Fenabrave, José Maurício Andreta Júnior.

A expectativa da entidade para a venda de automóveis em 2022 é de alta de 2,9%, a 1,6 milhão de unidades. Para comerciais leves, segmento formado por utilitários esportivos (SUV), picapes e vans, a Fenabrave espera crescimento de 9,7%, para 456,8 mil veículos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A associação também aposta em expansão de 7,3% nos licenciamentos de caminhões, a 136,6 mil unidades, e de aumento de 8% nos emplacamentos de ônibus, para 19.180 veículos.

Compartilhe esta publicação: