Ibovespa hoje: Bolsa abre em queda de olho nas definições sobre o orçamento de 2022

Dólar avança após semana negativa para a moeda .

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa opera em queda de 0,44% na abertura do pregão de hoje (21), a 108.620 pontos perto das 10h10, horário de Brasília. O mercado acompanha movimentações políticas em Brasília para reduzir os preços dos combustíveis. No cenário internacional, os investidores estão de olho nos balanços financeiros do 4º trimestre das empresas dos EUA.

O dólar sobe 0,73% ante o real por volta das 10h10, após registrar queda nas últimas sessões. A moeda era negociada a R$ 5,4544.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro deve sancionar hoje o Orçamento de 2022. Por lá, o governo prepara uma PEC (proposta de emenda à Constituição) para diminuir os preços de combustíveis e energia elétrica. De acordo com Bolsonaro, a ideia é diminuir as alíquotas de PIS e Cofins sobre os combustíveis.

“Redução de impostos federais sobre combustíveis é discutida, mas a política insustentável e a necessidade de [articulação com o] Congresso tornam a aprovação pouco crível. O fundo de suavização também é discutido para combustíveis, mas, apesar de mais sustentável, esbarra também na política”, avalia Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O programa de incentivo à redução do consumo de energia elétrica, criado em meio à crise hídrica do ano passado, resultou em um bônus total de R$ 2,4 bilhões aos consumidores, segundo comunicado divulgado pelo Ministério de Minas e Energia ontem.

Os consumidores residenciais que conseguiram reduzir seu consumo entre os meses de setembro e dezembro receberão um crédito na conta de luz de janeiro.

Segundo o ministério, a iniciativa do governo gerou uma economia de 5,6 milhões de megawatts-hora (MWh) no período, o equivalente ao consumo anual do estado da Paraíba ou do Rio Grande do Norte. Esse volume de energia também seria suficiente para abastecer 32,8 milhões de famílias por mês, acrescentou.

Em benefícios econômicos indiretos, estima-se que o programa de redução voluntária do consumo tenha gerado uma economia de 9,6 bilhões de reais, quatro vezes o valor total do bônus. O cálculo foi feito com base no custo da usina mais cara despachada no fim do ano, de 2,5 mil reais por MWh, que poderia ter sido acionada na ausência do programa.

Mercados internacionais

Nos Estados Unidos, os investidores seguem repercutindo os balanços financeiros do 4º trimestre, com destaque para a Netflix, que frustrou as expectativas do mercado.

A empresa de streaming ficou aquém das previsões de Wall Street para novos assinantes no fim de 2021 e apresentou uma previsão mais fraca do que o esperado para o início de 2022, já que os rivais aumentaram a competição na batalha por clientes.

Na Ásia, as ações da China fecharam em queda ao fim de uma semana marcada por medidas de afrouxamento, que ressaltaram a preocupação das autoridades com a perspectiva sombria para a segunda maior economia do mundo.

O banco disse que reduziu a taxa de seus empréstimos em linha de crédito permanente (SLF) para 2,95%, de 3,05%. A taxa de sete dias caiu para 3,10%, ante 3,20%, e a taxa de 1 mês foi a 3,45%, contra 3,55% anteriormente.

No Japão, o núcleo dos preços ao consumidor subiu 0,5% em dezembro em relação a um ano antes. O índice registrou avanço pelo segundo mês consecutivo no ritmo mais rápido em quase dois anos, um sinal de aumento da pressão inflacionária em meio aos custos crescentes de combustíveis e matérias-primas.

A recente aceleração da inflação chamou a atenção das autoridades do Banco Central do Japão. Algumas autoridades disseram que as empresas podem estar começando a ser mais agressivas ao repassar custos mais altos aos consumidores, mostrou a ata da reunião de política monetária de dezembro do órgão.

O Hang Seng, de Hong Kong, valorizou 0,05%; e o BSE Sensex, de Mumbai, fechou o dia em queda de 0,72%. Já na China continental, o índice Shanghai perdeu 0,91%; e no Japão, o índice Nikkei recuou 0,90%.

Na Europa, as ações revertem o bom desempenho visto no último pregão, no qual os papéis de viagens lideraram os ganhos depois que a Ryanair expressou confiança em uma recuperação este ano.

Por volta das 10h10, o Stoxx 600 perdia 1,70%; na Alemanha, o DAX cai 1,91%; o CAC 40 em queda de 1,69% na França; na Itália, o FTSE MIB recua 1,71%; enquanto o FTSE 100 tem desvalorização de 1,10% no Reino Unido.

Commodities

Os contratos futuros de minério de ferro na China subiram cerca de 3%, registrando o 3º ganho semanal consecutivo em meio a esperanças de forte demanda, enquanto os preços do aço seguiam limitados com os cortes de produção nas usinas.

Os futuros de minério de ferro de referência na Bolsa de Commodities de Dalian, para entrega em maio, saltaram até 3%, para 762 iuanes (US$ 120,12) por tonelada, a maior alta desde 13 de outubro. Os contratos encerraram com alta de 2,2%, a 756 iuanes por tonelada, acumulando ganho semanal de 4,6%. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: