Ibovespa hoje: Bolsa opera em alta impulsionada por commodities

Os preços das commodities no exterior avançam em meio à oferta apertada e tensões geopolíticas na Ucrânia.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Getty Images

Acessibilidade


O Ibovespa opera em alta de 1,65%, a 112.107 pontos, às 15h00 de hoje (26), diante da disparada das ações nos Estados Unidos, com expectativa sobre o Federal Reserve, banco central norte-americano, e sua decisão de política monetária a ser anunciada nesta tarde.

Os papéis de empresas exportadoras de commodities ajudam a dar impulso ao índice, com os preços no exterior avançando em meio à oferta apertada e tensões geopolíticas na Ucrânia. Enquanto isso, as ações do Bradesco (BBCD4) e Itaú Unibanco (ITUB4) são as principais pressões negativas, recuando 0,18% e 0,41%, respectivamente.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

No cenário local, o mercado também digere os dados do índice de preços IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), visto como uma prévia da inflação brasileira. O índice subiu 0,58% em janeiro ante dezembro, acima da expectativa de avanço de 0,43%, embora tenha desacelerado em relação ao dado de dezembro ante novembro.

Em Wall Street, as bolsas operam em alta. Às 14:40, o Dow Jones subia 1,12% a 34.680 pontos, o S&P 500 ganhava 1,80% a 4.434 pontos, e o Nasdaq registrava alta de 2,82% a 13.920 pontos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os mercados aguardam a decisão de política monetária do Fed, a ser divulgada às 16h do horário de Brasília. O anúncio será seguido por entrevista coletiva com o chair da instituição, Jerome Powell, cujas falas serão analisadas por investidores que buscam pistas sobre a magnitude e o ritmo do aumento das taxas de juros para o ano.

“O maior desafio do Fed é descobrir como implementar medidas de política monetária que sejam duras o suficiente para reduzir a inflação, mas que também mantenham os mercados financeiros respirando, porque a volatilidade nos mercados financeiros pode fazer sangrar uma economia que já mostra sinais de desaceleração”, diz Danielle DiMartino Booth, diretora executiva da Quill Intelligence.

No mesmo horário, o dólar era negociado em queda de 0,18%, a R$ 5,4255 na venda, reagindo às expectativas do mercado. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: