Ibovespa opera no azul, apesar de dados de produção industrial abaixo do esperado

“O resultado negativo reforça a visão de que o PIB não deve crescer no quarto trimestre", afirma analista.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Getty Images

Acessibilidade


O Ibovespa opera em alta de 0,93%, a 101.945 pontos, às 13h59 de hoje (6), apoiado pelo desempenho da Vale (VALE3) e da Petrobras (PETR3 e PETR4), que sobem 2,70%, 1,18% e 0,68%, respectivamente. Os papéis acompanham o avanço do preço das commodities no exterior.

Nesta manhã, o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) informou que a produção industrial brasileira teve queda de 0,2% em novembro. Esse foi o sexto resultado negativo seguido, e mostra um setor ainda buscando se recuperar das disrupções na cadeia de oferta global e da falta de matéria-prima.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

“O resultado negativo reforça a visão de que o PIB não deve crescer no quarto trimestre. Apesar de uma melhora marginal nos gargalos da cadeia de suprimentos, a desaceleração da demanda e a alta no juro básico devem continuar mantendo a indústria fragilizada nos próximos meses” disse João Leal, economista da Rio Bravo.

Em Wall Street, os índices operam sem direção definida. Às 13h59, o Dow Jones caía 0,21% a 36.332 pontos; o S&P 500 subia 0,21% a 4.710 pontos; e o Nasdaq avançava 0,39% a 15.158 pontos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Dow Jones caiu de uma máxima recorde intradiária, depois que a ata da última reunião do Federal Reserve, banco central norte-americano, sinalizou a possibilidade de altas de juros e retirada de estímulo mais cedo do que o esperado para conter a inflação.

Até agora nesta semana, os participantes do mercado têm deixado de lado as ações de crescimento de alta tecnologia para focar em setores cíclicos, como industriais, energia e materiais, que se beneficiarão melhor de um ambiente de juros altos.

Às 13h59 de Brasília, o dólar era negociado em queda de 0,23%, a R$ 5,7030 na venda, em movimento de ajuste após a alta de ontem. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: