Mackenzie Scott escolhe ONG brasileira para primeira doação fora dos EUA

Vetor Brasil atua no aperfeiçoamento da gestão de pessoas no setor público.

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:
Getty
Getty

Em dois anos, Mackenzie Scott já doou US$ 8,6 bilhões a 780 organizações que defendem causas como a igualdade de gênero, justiça racial e saúde pública, entre outras

Acessibilidade


MacKenzie Scott, que ocupa o 1º lugar no ranking da Forbes de mulheres mais poderosas do mundo, decidiu expandir os seus horizontes e realizou sua primeira doação filantrópica fora das fronteiras dos Estados Unidos. A terceira mulher mais rica do mundo escolheu a organização brasileira Vetor Brasil para seu primeiro aporte internacional.

A filantropa prometeu doar pelo menos metade de sua fortuna, que hoje está avaliada em US$ 54,5 bilhões. A ex-esposa dodo fundador da Amazon, Jeff Bezos, é atualmente a terceira mulher mais rica do mundo e ocupa o 24o lugar no ranking de bilionários da Forbes.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Em dois anos, Scott já doou US$ 8,6 bilhões a 780 organizações que defendem causas como a igualdade de gênero, justiça racial e saúde pública, entre outras.

Em sua nova empreitada, Scott selecionou, após um processo minucioso realizado pela consultoria Bridgespan, a Vetor Brasil, organização da sociedade civil sem fins lucrativos, para receber R$ 4,2 milhões. A entidade é livre para gastar o montante como quiser.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A instituição foi fundada em 2015 e tem como principal objetivo evitar a falta de pessoas para ocuparem cargos públicos, buscando solucionar os problemas do país em grande escala, diretamente no governo. Assim, a Vetor atrai talentos, seleciona os com maior aptidão para o serviço e os capacita para chegar a esse alto escalão.

Com isso, a organização conta com programas de formação para diversas faixas etárias e níveis de experiência e já alocou mais de mil profissionais em diversos cargos.

“É muito especial receber esse investimento da MacKenzie, já que ela faz doações de uma forma muito estruturada, estuda muito filantropia e o impacto social que ela tem. É uma grande honra fazer parte disso, após um processo tão longo de seleção. É muito gratificante receber esse voto de confiança dela”, conta Joice Toyota, diretora executiva e co-fundadora da Vetor Brasil.

De acordo com ela, o investimento é diferente dos que a organização já recebeu e não foca apenas um projeto, mas sim a instituição. “Essa doação é irrestrita, ela nos deu o voto de confiança para usar o recurso da forma que julgamos ser melhor. Ela confia que o que estamos fazendo é importante e que somos profissionais capacitados para saber onde e como usar esse valor”, completou Toyota.

Os R$ 4,2 milhões recebidos pela Vetor serão investidos no desenvolvimento de uma nova frente de atuação voltada para produtos digitais de apoio à gestão pública de estados e municípios.

Segunda a co-fundadora da instituição, a área já estava nos planos desde 2019, mas a pandemia aumentou sua relevância. “Percebemos que chegou a hora de colocar em prática essa ideia e criar essas soluções digitais para apoiar os governos que querem fazer uma gestão mais estratégica de seus talentos”, diz Toyota.

Compartilhe esta publicação: