PIB do México contrai novamente e entra em recessão técnica

A economia do México cresceu 5,0% no ano de 2021, mostraram os dados, depois de encolher 8,5% em 2020.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Daniel Becerril/Reuters
Daniel Becerril/Reuters

Visão geral da refinaria de Cadereyta da Pemex, em Monterrey, México

Acessibilidade


A economia do México contraiu pelo segundo trimestre seguido nos últimos três meses de 2021, de acordo com dados oficiais publicados hoje (31), colocando a segunda maior economia da América Latina em uma recessão técnica.

O Produto Interno Bruto (PIB) encolheu 0,1% no quarto trimestre em relação aos três meses anteriores em termos ajustados sazonalmente, mostraram dados preliminares divulgados pela agência nacional de estatísticas mexicana, Inegi.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A expectativa em pesquisa da Reuters era de uma contração do PIB no quarto trimestre de 0,3%, após a economia recuar 0,4% no terceiro trimestre, de acordo com pesquisa da Reuters com analistas.

O vice-ministro das Finanças do México, Gabriel Yorio, disse na sexta-feira que falar de uma “recessão técnica”, definida por dois trimestres consecutivos de contração, não leva em consideração a volatilidade econômica relacionada ao coronavírus e os problemas na cadeia de suprimentos global.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A economia do México cresceu 5,0% no ano de 2021, mostraram os dados, depois de encolher 8,5% em 2020, na pior recessão do México desde a Grande Depressão da década de 1930.

O PIB cresceu 1,0% no quarto trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, mostraram os dados.

Compartilhe esta publicação: