Wall Street abre em alta com amenização dos temores sobre a variante Ômicron

Os papéis da Tesla são o destaque desta manhã, registrando alta de 8,72% às 11h55 de Brasília.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Matteo Colombo/Reuters

Acessibilidade


As bolsas de Nova York abriram hoje (3) em alta, com expectativas de que a nova variante da Covid-19, Ômicron, tenha impactos reduzidos sobre a economia global. A notícia de que a cepa é menos letal do que outras anteriores, apesar de ser mais transmissível, apoia o tom otimista.

“A onda que nós estamos vendo agora tem muitos casos, mas menos pessoas nos hospitais e menos mortes. Isso dá uma certa tranquilidade aos mercados”, disse Geir Lode, head de equities globais na gestora Federated Hermes.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Os papéis da Tesla são o destaque desta manhã, registrando alta de 8,72% depois que a montadora divulgou números surpreendentemente altos de entregas de veículos.

Às 11h55 de Brasília, o Dow Jones subia 0,06%, a 36.350 pontos; o S&P 500 ganhava 0,05%, a 4.768 pontos; e o Nasdaq avançava 0,09%, a 15.658 pontos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Ainda assim, os investidores aguardam, em 2022, um ano mais turbulento do que em 2021. A redução dos estímulos à economia norte-americana pelo Federal Reserve, banco central dos EUA, permanece no radar, assim como a inflação mais alta do que o esperado e os gargalos nas cadeias de abastecimento.

O dólar opera em alta de 1,23%%, negociado a R$ 5,6432. Investidores monitoram novidades sobre o estado de saúde do presidente Jair Bolsonaro, que está internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, com um quadro de obstrução intestinal. Segundo boletim médico, ainda não há previsão de alta. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: