Wall Street abre em queda com expectativas sobre Fed e tensões geopolíticas

A Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) afirmou nesta manhã que está colocando forças em prontidão e reforçando o leste europeu.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Matteo Colombo/Reuters

Acessibilidade


As bolsas de Nova York abriram hoje (24) em baixa, enquanto os investidores aguardam a decisão de política monetária do Federal Reserve, banco central norte-americano, a ser anunciada na quarta-feira (26).

Em suas projeções mais recentes, divulgadas em dezembro, as autoridades disseram esperar até três aumentos, de 0,25 ponto-percentual cada, das taxas de juros neste ano, com mais altas em 2023 e 2024. Para Ethan Harris, chefe de pesquisa global do Bank of America, porém, pode haver até seis aumentos em 2022.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Às 12h00, o Dow Jones caía 1,72%, a 33.675 pontos; o S&P 500 recuava 1,97%, a 4.311 pontos; e o Nasdaq perdia 2,17%, a 13.469 pontos.

As tensões geopolíticas entre Rússia e o Ocidente sobre a Ucrânia também ajudam a pressionar os índices. Na semana passada, o presidente norte-americano, Joe Biden, previu que a Rússia fará um movimento militar sobre o país, mas disse que uma invasão em grande escala desencadearia uma resposta massiva que custaria caro para Moscou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) afirmou nesta manhã que está colocando forças em prontidão e reforçando o leste europeu com mais navios e jatos de guerra, em resposta ao acúmulo de tropas russas nas fronteiras com a Ucrânia.

O dólar opera em alta de 0,46%, negociado a R$ 5,4796, acompanhando o clima de cautela no exterior. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: