BCE reserva quantia máxima de dinheiro para proteção contra perdas nos títulos

O BCE aumentou suas provisões contra riscos financeiros em €$ 610 milhões, para €$ 8,2 bilhões.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Sede do BCE em Frankfurt

Acessibilidade


O Banco Central Europeu reservou a quantia máxima de dinheiro permitida no ano passado para absorver potenciais perdas na dívida que comprou desde o início da pandemia de coronavírus, mostrou um relatório anual do BCE nesta quinta-feira.

Com o BCE representando menos de um décimo das compras de títulos realizadas por todos os bancos centrais da zona euro, essas provisões são amplamente simbólicas.

Mas isso mostra que as autoridades estão cada vez mais preocupadas com perdas na dívida que acumularam para apoiar a economia desde 2015, e em ritmo acelerado desde o início da pandemia, em 2020.

O BCE aumentou suas provisões contra riscos financeiros em €$ 610 milhões, para €$ 8,2 bilhões, ou o máximo permitido pelas regras do BCE, enquanto sua carteira de títulos aumentou para €$ 445,4 bilhões.

“O aumento dos riscos estimados continua uma tendência que começou em 2020 e reflete o crescimento da carteira de política monetária do BCE”, disse o BCE.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação:

Temas