Consumidores britânicos voltam às compras após baque da Ômicron e vendas no varejo avançam 1,9%

O volume de vendas no varejo aumentou 1,9%, após declínio de 4,0% em dezembro.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Toby Melville/Reuters
Toby Melville/Reuters

Consumidores andam por rua de Londres durante pandemia de Covid-19 no Reino Unido

Acessibilidade


Os consumidores britânicos começaram a voltar às lojas em janeiro, depois que muitos ficaram afastados durante uma onda de casos de Covid-19 que atingiu o pico na virada do ano, embora a inflação em rápido aumento esteja reduzindo o poder de compra.

O volume de vendas no varejo aumentou 1,9%, após declínio de 4,0% em dezembro, informou o Escritório de Estatísticas Nacionais, o maior aumento desde que as regras de bloqueio para lojas não essenciais na Inglaterra foram relaxadas em abril de 2021.

O crescimento mensal veio acima do ganho médio de 1,0% previsto em uma pesquisa da Reuters, embora a queda nas vendas de dezembro tenha sido um pouco maior do que o estimado inicialmente.

A economia mais ampla do Reino Unido encolheu 0,2% em dezembro, de acordo com uma estimativa inicial divulgada na semana passada.

Compartilhe esta publicação: