Advent compra 25% da Tigre, dos tubos e conexões, por R$ 1,35 bilhão

Fundada no Brasil há cerca de 80 anos, companhia expandiu para Argentina, Chile, Colômbia e Estados Unidos.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Pilar Olivares/ Reuters
Pilar Olivares/ Reuters

Fabricante de materiais de construção se expandiu para América Latina e EUA

Acessibilidade


A empresa de private equity Advent comprou uma fatia de 25% na fabricante de materiais de construção Grupo Tigre por R$ 1,35 bilhão, disseram as empresas hoje, de olho em um boom da infraestrutura nos Estados Unidos e no Brasil.

A Tigre planeja usar os recursos levantados para adquirir concorrentes, abrir novas linhas de produção em plantas atuais e construir outras, disse o presidente do conselho de administração da Tigre, Felipe Hansen, em entrevista.

Fundada no Brasil pela família Hansen há cerca de 80 anos, a Tigre se expandiu pela América Latina, com fábricas em países como Argentina, Chile e Colômbia, e para os Estados Unidos.

No Brasil, o presidente da Tigre, Otto von Sothen, vê demanda crescente por produtos como tubulações, com um novo marco legal aprovado em 2020 prevendo a universalização dos serviços de saneamento até 2033. Projetos de irrigação também estão no radar da Tigre.

Nos EUA, onde a fabricante tem três fábricas, a Tigre planeja tirar proveito do pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão do presidente Joe Biden.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Patrice Etlin, sócio da Advent, disse que a empresa de private equity vê espaço para consolidação no setor de materiais de construção nos EUA. A gestora usou para o negócio recursos do seu sétimo fundo para a América Latina, de US$ 2 bilhões.

A Tigre registrou receita líquida de R$ 4,2 bilhões nos primeiros nove meses de 2021 e lucro líquido de R$ 508 milhões.

A Advent indicará dois dos sete membros do conselho de administração da Tigre.

 

Compartilhe esta publicação: