UE diz que segundo pacote de sanções irá gradualmente corroer base industrial da Rússia

Medidas devem aumentar a saída de capital e a inflação no país.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Francisco Seco/Pool via Reuters
Francisco Seco/Pool via Reuters

Presidente da Comissão Europeia da UE, Ursula von der Leyen afirma que sanções afetarão gravemente a economia russa

Acessibilidade


Um segundo pacote de sanções da União Europeia que será anunciado em breve atingirá severamente a economia russa, aumentando a saída de capital, a inflação e erodindo gradualmente sua base industrial, disse hoje (24) a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.

“Estas sanções irão suprimir o crescimento econômico da Rússia, aumentar os custos de empréstimo, aumentar a inflação, intensificar a saída de capital e gradualmente corroer sua base industrial”, disse ela aos repórteres em Bruxelas, acrescentando que a UE também tinha como objetivo limitar o acesso da Rússia à tecnologia crucial.

LEIA TAMBÉM: Como a guerra entre Rússia e Ucrânia afeta a economia brasileira?

“Nossas medidas enfraquecerão a posição tecnológica da Rússia em áreas-chave nas quais a elite faz a maior parte de seu dinheiro –isto vai desde componentes de alta tecnologia até software de ponta”, disse ela.

Compartilhe esta publicação: