BCE amplia linhas de liquidez com países da Europa Central

Acordo permitirá aos bancos centrais de países como Polônia e Hungria tomar emprestado um volume limitado de euros.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

Acordo do BCE busca evitar disfunções de mercado durante a guerra da Rússia na Ucrânia

Acessibilidade


O Banco Central Europeu vai ampliar ou estabelecer acordos de liquidez do euro com uma série de países fora da zona do euro, principalmente no flanco leste da Europa, para evitar disfunções de mercado durante a guerra da Rússia na Ucrânia, disse a instituição hoje (28).

O acordo com Polônia, Hungria, Albânia, Macedônia do Norte e San Marino permitirá aos bancos centrais tomar emprestado um volume limitado de euros do BCE e injetar os recursos no sistema bancário local caso outros fundos de moeda estrangeira sequem.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Enquanto a maioria desses acordos envolve extensões de ferramentas anteriores, o BCE também concordou com uma nova linha de swap “preventivo” de € 10 bilhões com o banco central da Polônia, país que recebeu um grande número de refugiados ucranianos.

Compartilhe esta publicação: