Bolsa de Valores hoje: Ibovespa abre estável com atenção ao relatório do BC

O Relatório Trimestral de Inflação mostrou que a autoridade monetária elevou de 4,7% para 7,1% a estimativa do IPCA de 2022.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa opera perto da estabilidade na abertura do pregão de hoje (24), a 117.469 pontos, às 10h23, horário de Brasília. Enquanto as negociações em torno de novas sanções à Rússia permanecem no radar dos investidores internacionais, no Brasil, o foco é para o relatório de inflação do Banco Central.

Divulgado nesta manhã, o RTI (Relatório Trimestral de Inflação) mostrou que a autoridade monetária elevou de 4,7% para 7,1% a estimativa do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) para o ano de 2022.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Assim, o BC calcula que, pelo segundo ano seguido, a meta de 3,50% – com teto de 5,00% – deve ser superada.

O documento reforçou que o conflito na Ucrânia aumentou a incerteza em torno do cenário econômico brasileiro, e que o consequente avanço nos preços das commodities exacerbou as pressões inflacionárias.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O petróleo Brent apresenta leve queda nesta manhã, enquanto os papéis da Petrobras (PETR3 e PETR4) caem 0,44% e 0,69%, respectivamente.

O dólar opera em queda de 0,47%, sendo negociado a R$ 4,8209 na venda, com o mercado brasileiro aproveitando a entrada de recursos por conta dos juros básicos atraentes e da disparada das commodities.

Na Europa, os principais índices operam sem direção definida. Nesta semana, líderes ocidentais se reúnem com o objetivo de aumentar a pressão sobre o presidente russo, Vladimir Putin, para que ele ponha um fim à guerra na Ucrânia.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, irá participar de três cúpulas hoje: uma com a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), outra com o G7, e outra com a União Europeia. Nesta última, espera-se que os líderes façam planos para fechar as brechas que atualmente permitem que a Europa continue comprando energia russa.

“As definições dessa reunião devem trazer bastante volatilidade ao preço das commodities”, comenta Dennis Esteves, especialista em renda variável da B3.

Por volta das 10h23, o Stoxx 600 perdia 0,09%; na Alemanha, o DAX cedia 0,30%; na França, o CAC 40 operava em queda de 0,12%; na Itália, o FTSE MIB ganhava 0,48%; enquanto, no Reino Unido, o FTSE 100 avançava 0,08%.

Na Ásia, o mercado acionário chinês fechou em queda, após o governo Biden alertar Pequim a não ajudar Moscou a escapar das sanções impostas pelo Ocidente.

Segundo o governo norte-americano, os Estados Unidos irão impor controles de exportação à China se as empresas chinesas enviarem à Rússia semicondutores que foram feitos com tecnologia dos EUA.

O Hang Seng, de Hong Kong, caiu 0,94%; e o BSE Sensex, de Mumbai, fechou o dia em baixa de 0,15%. Já no Japão, o índice Nikkei ganhou 0,25%, enquanto o Shangai, na China continental, caiu 0,63%. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: