Déficit comercial dos EUA salta para máxima recorde em janeiro

Número saltou 9,4%, para uma máxima histórica de US$ 89,7 bilhões em janeiro.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
REUTERS/Mike Blake
REUTERS/Mike Blake

O comércio teve impacto negativo sobre o PIB dos EUA por seis trimestres seguidos

Acessibilidade


O déficit comercial dos Estados Unidos atingiu uma máxima recorde em janeiro, em meio ao aumento das importações, e o comércio deverá continuar sendo um peso sobre o crescimento econômico no primeiro trimestre.

O Departamento do Comércio informou hoje (8) que o déficit comercial saltou 9,4%, para uma máxima histórica de US$ 89,7 bilhões em janeiro.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O dado de dezembro foi revisado para mostrar saldo negativo de US$ 82,0 bilhões, em vez do rombo de US$ 80,7 bilhões informado antes.

Economistas consultados pela Reuters projetava déficit de US$ 87,1 bilhões. O comércio teve impacto negativo sobre o PIB por seis trimestres seguidos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: