Huawei tem salto no lucro em 2021 com venda de ativos

Fabricante chinesa teve lucro recorde de 113,7 bilhões de iuans (US$ 17,8 bilhões), aumento de 76% em relação a 2020.

Reuters
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A Huawei Technologies informou hoje (28) que ganhos com venda de ativos ajudaram a aumentar o lucro em 76% em 2021, no primeiro balanço sob responsabilidade da diretora financeira Meng Wanzhou desde que retornou à China no ano passado, após quase três anos detida no Canadá.

O lucro líquido de 113,7 bilhões de iuans (US$ 17,8 bilhões) foi recorde, disse a fabricantes de produtos eletrônicos de consumo como smartphones e computadores. O resultado do ano passado ante crescimento de apenas 3,2% em 2020, foi impulsionado por vendas de ativos após sanções dos Estados Unidos e demanda doméstica mais fraca em meio à pandemia de coronavírus.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

A receita caiu 29%, para 636,8 bilhões de iuans, em linha com a previsão anterior da Huawei divulgada em dezembro.

A prisão de Meng no Canadá ocorreu pouco antes do governo dos Estados Unidos impor uma proibição comercial à Huawei, com a administração do ex-presidente Donald Trump citando preocupações sobre segurança nacional nunca provadas. As restrições impediram a empresa de usar o sistema operacional Android em seus novos smartphones, entre outras tecnologias fundamentais de origem norte-americana.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Meng foi detida em dezembro de 2018 em Vancouver depois que um tribunal de Nova York emitiu um mandado de prisão, dizendo que ela tentou encobrir tentativas de empresas ligadas à Huawei de vender equipamentos ao Irã, violando sanções impostas por Washington.

A executiva foi autorizada a voltar à China em setembro do ano passado, depois de chegar a um acordo com os promotores dos Estados Unidos para encerrar um caso de fraude bancária, e voltou ao trabalho no mês seguinte.

Nos anos que se seguiram às sanções dos EUA, a Huawei aumentou pesquisa e desenvolvimento em áreas como energia verde e direção autônoma. A companhia também aumentou vendas de sua linha de produtos de hardware de consumo. A receita de dispositivos vestíveis e telas inteligentes cresceu 30% ano a ano, disse a Huawei.

Compartilhe esta publicação: