Rússia intensifica retaliação econômica com oferta de recompra de eurobônus com rublos

Não ficou imediatamente claro se os detentores de títulos seriam forçados a aceitar rublos se rejeitarem a oferta.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Nota de rublo em frente a gráfico de ações

Acessibilidade


A Rússia retaliou o que chamou de “guerra econômica” com o Ocidente hoje (29), oferecendo a recompra de seus eurobônus com vencimento no próximo mês, no valor de US$ 2 bilhões, em rublos em vez da moeda norte-americana.

A oferta do Ministério das Finanças para os títulos com vencimento em 4 de abril, o maior pagamento de dívida da Rússia com prazo neste ano, vem depois de medidas ocidentais para endurecer as sanções contra o país por sua invasão da Ucrânia, numa tentativa de deixar Moscou fora das finanças internacionais.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Não ficou imediatamente claro se os detentores de títulos seriam forçados a aceitar rublos se rejeitarem a oferta, uma medida que quebraria os termos do título e aumentaria novamente a perspectiva do primeiro calote soberano externo da Rússia em um século.

“É importante notar que esta é uma oferta pública e não uma decisão final de que esses títulos serão pagos em rublos. Talvez as autoridades russas queiram avaliar a disposição dos investidores em aceitar o pagamento em rublos?” disse Himanshu Porwal, analista de crédito da Seaport Global.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Tim Ash, da BlueBay Asset Management, que não é detentora desses títulos, disse que a medida faz parte de uma luta do banco central russo e do Ministério das Finanças “para evitar a inadimplência e estabilizar os mercados e o rublo”.

O Ministério das Finanças da Rússia disse em comunicado nesta terça-feira que os detentores de títulos devem enviar pedidos para vender suas participações ao Depositário Nacional de Liquidação entre 10h (horário de Brasília) de 29 de março e 11h de 30 de março.

Compartilhe esta publicação: