Wall Street abre em alta com juros no radar e rublo em queda histórica

A velocidade da guinada da política monetária do Fed ainda é incerta; barril de petróleo dispara acima dos US$110.

Amanda Péchy
Compartilhe esta publicação:

Reuters

Acessibilidade


As bolsas de Nova York abriram hoje (2) em alta, com os investidores monitorando as manchetes sobre a guerra na Ucrânia. A notícia de que o Fed (Federal Reserve) vai avançar com planos de aumentar os juros neste mês para tentar conter a inflação foi bem recebida.

O chair do Fed, Jerome Powell, no entanto, não deu nenhuma pista sobre até onde ou com qual velocidade o Fed vai conduzir a guinada na política monetária. Ele insistiu que as autoridades ainda esperam que a inflação arrefeça neste ano.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Ele afirmou hoje que “os efeitos de curto prazo na economia dos EUA da invasão da Ucrânia, a guerra em andamento, as sanções e os eventos futuros permanecem altamente incertos”.

“Fazer uma política monetária apropriada neste ambiente requer o reconhecimento de que a economia evolui de maneiras inesperadas. Precisaremos ser ágeis na resposta aos próximos dados e à evolução das perspectivas”, declarou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Neste cenário de inflação, o aumento dos preços do petróleo está testando a resiliência das ações dos Estados Unidos.

O Brent é negociado em alta firme nesta manhã, ampliando ganhos à medida que forças russas intensificam ataques a cidades ucranianas. As medidas retaliatórias do Ocidente contra Moscou fizeram com que o barril superasse a marca de US$ 110, em meio a receios quanto ao fornecimento de energia. A Opep ratificou um aumento de emergência na produção, de 400.000 barris por dia.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, proibiu ontem a circulação de qualquer aeronave russa em território norte-americano. Enquanto isso, a União Europeia ampliou suas restrições para incluir Belarus, por seu apoio à política de guerra do presidente russo, Vladimir Putin.

A moeda da Rússia atingiu uma mínima histórica após a intensificação das sanções ocidentais. O banco central do país decidiu manter majoritariamente fechados os mercados de ações e de derivativos na Bolsa de Moscou hoje.

A boa notícia é que os empregadores privados norte-americanos contrataram mais trabalhadores do que o esperado em fevereiro, com a recuperação do mercado de trabalho dos EUA ganhando força.

Foram criados 475 mil empregos no setor privado no país no mês passado, mostrou o Relatório Nacional de Emprego da ADP publicado hoje.

Às 11h50, o Dow Jones operava em alta de 0,98%, a 33.622 pontos; o S&P 500 avançava 1,04%, a 4.351 pontos; e o Nasdaq ganhava 0,90%, a 13.654 pontos. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: