Cielo (CIEL3) conclui venda da Merchant e anuncia recompra de ações; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: C&A, Ânima, Telefônica, Petrobras, Equatorial, PetroRio e mais.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (11), a Cielo concluiu a alienação de sua subsidiária Merchant E-Solutions, e informou que foi aprovada a abertura de novo programa de recompra de ações, por meio do qual foi autorizada a adquirir até 13.339.245 ações.

Já a C&A informou que foi aprovada a 2ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em até duas séries, para distribuição pública com esforços restritos de distribuição, em quantidade total equivalente a 600 mil debêntures.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Veja esses e outros destaques corporativos do dia:

Cielo (CIEL3)

A Cielo informou que a alienação de sua subsidiária Merchant E-Solutions foi concluída na sexta-feira (8), com o pagamento de US$ 137 milhões referente à parcela fixa. A transação compreende ainda uma parcela variável de até US$ 150 milhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A empresa também informou que foi aprovada a abertura de novo programa de recompra de ações, por meio do qual foi autorizada a adquirir até 13.339.245 ações ordinárias, sem valor nominal, de sua própria emissão.

C&A (CEAB3)

A C&A informou que foi aprovada a 2ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em até duas séries, para distribuição pública com esforços restritos de distribuição, em quantidade total equivalente a 600 mil debêntures.

O valor nominal unitário será de R$ 1 mil, totalizando um montante de R$ 600 milhões.

Ânima (ANIM3) e Telefônica (VIVT3)

A Ânima informou que constituiu uma joint-venture na área de educação com a Telefônica Brasil. A operação visa oferecer uma plataforma digital com cursos livres de capacitação, com foco em educação continuada e empregabilidade em áreas como tecnologia, negócios e turismo.

Petrobras (PETR3 e PETR4)

A Petrobras reduziu em 5,6%, desde sábado (9), o preço do gás de cozinha (GLP) para as distribuidoras, a primeira diminuição desde março de 2020, contando com um alívio na cotação do petróleo e no câmbio.

“Acompanhando a evolução dos preços internacionais e da taxa de câmbio, que se estabilizaram em patamar inferior para o GLP, e coerente com a sua política de preços, a Petrobras reduzirá seus preços de venda às distribuidoras”, disse a companhia em nota.

A empresa informou que o valor do GLP passará de R$ 4,48 para R$ 4,23 por kg, equivalente a R$ 54,94 por botijão de 13 kg, “refletindo redução média de R$ 3,27 por 13 kg”.

Já Rafael Grisolia, ex-CFO da Petrobras e ex-CEO da distribuidora de combustíveis Vibra Energia, foi nomeado diretor financeiro da Seacrest Petróleo.

A Seacrest Petróleo, unidade brasileira da empresa global de private equity Seacrest Capital focada em petróleo e gás, assinou um acordo de US$ 544 milhões em fevereiro para adquirir um conjunto de campos petrolíferos terrestres conhecidos como Polo Norte Capixaba da Petrobras.

Equatorial (EQTL3)

A Equatorial informou que foi aprovado o termo de aceitação referente à conta de escassez hídrica, e o valor da operação somará R$ 709,6 milhões ao grupo, conforme comunicado.

A conta escassez hídrica tem por objetivo cobrir, total ou parcialmente, os custos decorrentes da hidrologia registrada em 2021, após a maior seca vivenciada pelo país em décadas.

“Adicionalmente às companhias, informamos que as demais distribuidoras do grupo Equatorial também aderiram ao mecanismo”, disse a empresa.

PetroRio (PRIO3)

A PetroRio produziu 35 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) em março, resultando em 35.189 barris de óleo equivalente por dia no primeiro trimestre de 2022.

Enauta (ENAT3)

A Enauta informou que a produção total da companhia no mês de março atingiu 635,7 mil barris de óleo equivalente (boe), ou produção média diária de 20,5 mil boe.

Dommo (DMMO3)

A Dommo produziu 28,7 mil barris de petróleo no mês de março, após produzir 26,5 mil barris em fevereiro. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: